Ministro Og Fernandes reúne-se com Colégio de Corregedores Eleitorais — Tribunal Superior Eleitoral

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Og Fernandes, reuniu-se na tarde desta sexta-feira (6), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com o Colégio de Corregedores Eleitorais a fim de colher contribuições para o aprimoramento do processo eleitoral brasileiro. O encontro foi aberto pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber, que saudou os participantes e ressaltou a força mobilizadora da “grande família da Justiça Eleitoral”.

Entre os temas trazidos pelos corregedores, estão a dificuldade de locomoção e a dependência dos ciclos de marés nos rios amazônicos, a logística para o processo de votação de eleitores portadores de deficiência, o aperfeiçoamento do Processo Judicial Eletrônico (Pje) e o enfrentamento à desinformação.

Falando em nome dos corregedores regionais, o presidente do Colégio de Corregedores, desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior (TRE/SP), ressaltou que, ao compartilhar dificuldades e soluções, os Regionais mostram seu comprometimento com a cidadania e com a legitimidade do processo eleitoral brasileiro.

Ainda durante o encontro, o secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, detalhou aos corregedores o resultado do Teste Público de Segurança (TPS) do Sistema Eletrônico de Votação para as Eleições Municipais de 2020, as inovações em estudo para o aplicativo e-Título e outros temas afetos ao pleito do próximo ano.

O ministro Og Fernandes agradeceu os corregedores pelo comprometimento com a cidadania e garantiu que todas as contribuições apresentadas pelo Colegiado serão analisadas pelo corpo técnico do TSE e levadas à apreciação da Presidência da Corte. “O todo é maior que a soma das partes. Formamos uma magistratura que se orgulha do papel que exerce em prol da cidadania e da democracia”, concluiu o corregedor-geral da Justiça Eleitoral.

MC/JB, DM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Dezembro/ministro-og-fernandes-reune-se-com-colegio-de-corregedores-eleitorais.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

pesquisas de opinião devem ser previamente registradas — Tribunal Superior Eleitoral

As pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2020 ou aos seus pretensos candidatos devem …