Lula queria que Odebrecht operasse em Cuba, diz jornal – Congresso em Foco

O ex-presidente Lula tentou levar a Odebrecht para operar em Cuba. “Isso começou porque Lula estava visitando o país, passou por uma estrada deteriorada e disse que tinha condições de ajudar. Era para fazer a estrada exportando serviços do Brasil, para gerar emprego, renda e arrecadação, e ajudar Cuba a desenvolver o projeto”, disse Marcelo Odebrecht em entrevista para a Folha de S. Paulo.

Marcelo foi preso em junho de 2015 na operação Lava Jato, em entrevista para o jornal, ele pediu para não falar sobre a operação. Porém, como consta na reportagem, o sócio de uma das maiores empreiteiras do país e de muita força no mundo abriu o jogo quanto a tentativa do ex-presidente de levar a empresa para atuar no país comunista.

Marcelo afirmou que nos últimos 20 anos, por apenas uma vez o governo brasileiro pediu para agir de maneira ideológica, e foi justamente em Cuba.

“Em todos os países, nós íamos por iniciativa própria, conquistávamos o projeto e buscávamos uma exportação de bens e serviços. Em Cuba houve um interesse do Brasil de ajudar a desenvolver alguns projetos. E aí Lula pediu para que a Odebrecht fizesse um projeto em Cuba”, disse o empresário para a Folha.

Segundo a matéria, o governo de Lula desejava que a Odebrecht reconstruísse as estradas no país vizinho, porém, ao chegar na região, o empreiteiro viu que o melhor para o Brasil seria construir um porto em Cuba.

“O porto também seria um gerador de divisas internacionais, o que ajudaria a pagar o financiamento. Vimos o porto como um local que ajudaria a economia de Cuba. E a nossa expectativa, que infelizmente acabou não se confirmando, até pelo esgarçamento da relação com o Brasil, era que mais empresas brasileiras poderiam se beneficiar do porto em si. Mas infelizmente essa parte ficou pelo caminho”, disse para o jornal.

>Lula diz que pacote anticrime de Moro tinha “apetite miliciano”

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Jingle do Aliança pelo Brasil defende a “direita de verdade”. Escute – Congresso em Foco

O jingle de divulgação do Aliança pelo Brasil, o novo partido do presidente Jair Bolsonaro, …