TJGO instala primeira Unidade de Processamento Judicial nesta sexta-feira (13) – AASP

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Walter Carlos Lemes, e o diretor do Foro da comarca de Goiânia, juiz Paulo César Alves das Neves, inauguram, nesta sexta-feira (13), a primeira Unidade de Processamento Judicial (UPJ) do Poder Judiciário goiano. A solenidade acontecerá no auditório do Fórum Cível Dr. Heitor Moraes Fleury, às 9 horas.

A implantação da UPJ foi estabelecida no Provimento Conjunto nº 01/2019, assinado pelo presidente Walter Carlos Lemes e pelo corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, em novembro. Pelo provimento, os diretores do Foro das comarcas de capital e do interior ficam autorizados a unificar escrivanias sob o regime de UPJ ou Unidade Judicial Simplificada (UJS). A diferença é que por UPJ entende-se a unificação de escrivanias das varas judiciais sob a coordenação de um dos juízes responsáveis, enquanto a UJS é o agrupamento das escrivanias de um mesmo juízo, para otimização da estrutura interna.

A primeira UPJ a ser instalada no âmbito do Poder Judiciário goiano será a de Família, unificando as escrivanias das seis varas de família da comarca de Goiânia. A unidade funcionará no 1º andar, na sala 107, do Fórum Cível Dr. Heitor Moraes Fleury. O juiz de Direito William Fabian de Oliveira Ramos foi designado como juiz coordenador da 1ª UPJ. A estrutura contará com 21 servidores, 28 estagiários e uma gestora master. Além disso, cada um dos seis gabinetes das varas de família será reforçado com um servidor e um estagiário. As UPJ já funcionam em São Paulo e em Mato Grosso do Sul, Estados onde representantes do TJGO e da Diretoria do Foro de Goiânia conheceram as experiências. (Texto: Daniela Becker / Foto: CCS – Centro de Comunicação Social do TJGO).

Fonte: TJGO

Fonte Oficial: AASP.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

TJMG terá expediente normal nesta sexta-feira (24/1) – AASP

Decisão foi adotada com base em informações recentes da Defesa Civil, que descartou possibilidade de …