PJe é integrado a sistemas da PMDF e da PCDF

Nesta terça-feira (28/1), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios recebeu, por meio do Modelo Nacional de Interoperabilidade (MNI), o primeiro termo circunstanciado, oriundo da Polícia Civil do DF, e o primeiro inquérito policial militar, da PMDF. A interoperabilidade possibilita a integração entre os sistemas das polícias e o Processo Judicial Eletrônico (PJe), o que permite o envio imediato das peças ao tribunal. Em breve, a PCDF e a PMDF vão distribuir outras classes processuais no PJe por meio da ferramenta.

O termo circunstanciado que inaugura a integração dos sistemas diz respeito a uma ação de ameaça e foi distribuído para o 1º Juizado Especial Criminal de Brasília, e o inquérito policial foi para a Auditoria Militar.

A interoperabilidade permite o diálogo entre sistemas heterogêneos, por meio de um protocolo de comunicação, possibilitando a transmissão de dados de forma ágil e segura. O MNI foi regulamentado pela Resolução Conjunta 3/2013 do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público.  O propósito é a troca de informações entre os sistemas do Poder Judiciário, do MP e das demais instituições e dos órgãos componentes do Sistema de Justiça.

100% PJe

O TJDFT tem envidado vários esforços para se tornar 100% PJe. Com a implantação do sistema nas diversas serventias, os processos novos passaram a ser distribuídos eletronicamente, mas ainda existe um acervo das ações que foram iniciadas em papel.

Para incluir todos os processos no meio eletrônico, o tribunal tem mobilizado vários setores da Casa no sentido de digitalizar os autos remanescentes e transferi-los para o PJe. Até o momento, 87,8% dos processos físicos já foram digitalizados, o que corresponde a 425.858 autos.

Fonte: TJDFT

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/pje-e-integrado-a-sistemas-da-pmdf-e-da-pcdf/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=pje-e-integrado-a-sistemas-da-pmdf-e-da-pcdf.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Justiça eleitoral de Rondônia realiza primeira sessão plenária por videoconferência

Na segunda-feira (30/3), foi realizada a primeira sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral de …