TST abre semestre judiciário com destaque para a produtividade

document.write(‘‘); !function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”http://platform.twitter.com/widgets.js”;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,”script”,”twitter-wjs”);



Em 2019, o Tribunal julgou 3,5% de processos a mais do que em 2018.

A sessão do Órgão Especial nesta segunda-feira (3) marcou o início do ano judiciário no Tribunal Superior do Trabalho. O presidente do TST, ministro Brito Pereira, destacou que, em 2019, o Tribunal julgou 331.040 processos – 3,5% a mais em comparação a 2018.

As sessões de julgamento serão retomadas a partir de amanhã (4), com a Subseção II Especializada em Dissídios Individuais (SDI-2). As Turmas terão sessões na quarta-feira (5), e, na quinta (6), a Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) inicia seus julgamentos.

Também no Órgão Especial, o presidente do TST manifestou pesar pelos falecimentos do advogado Victor Russomano Júnior, em 20/1/2020, e do juiz João Roberto Borges, titular da 28ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte (MG), que faleceu nesta segunda-feira (3/2). As manifestações vão ser encaminhadas às famílias.

Nova direção

No dia 19/2, às 17h, toma posse a nova direção do TST para o biênio 2020/2022, formada ministra Maria Cristina Peduzzi (presidente) e pelos ministros Vieira de Mello Filho (vice-presidente) e Aloysio Corrêa da Veiga (corregedor-geral da Justiça do Trabalho). Nesse dia, o expediente no Tribunal será das 7h às 13h.

(GS/CF)

Esta matéria tem caráter informativo.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
secom@tst.jus.br
<!– –> var endereco; endereco = window.location.href; document.write(‘‘) <!—-> Inscrição no Canal Youtube do TST

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Claro Telefonia fica livre de multa por descumprir acordo judicial

A empresa de telefonia Claro não terá que pagar multa por descumprimento de acordo judicial …