Corregedor ressalta importância de inspeções para Judiciário

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) recebeu, na manhã desta terça-feira (4/2), o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, para dar início aos trabalhos de inspeção dos setores administrativos e judiciais da Corte. A inspeção será realizada até a próxima sexta-feira (7/2).

O ministro Humberto Martins e sua equipe foram recebidos pelo presidente do TRF1, desembargador federal Carlos Eduardo Moreira Alves, que deu boas-vindas ao trabalho da Corregedoria Nacional de Justiça. “A Justiça Federal é a mais cobrada. Mas muito me conforta, pois maior tem que ser o nosso esforço e compromisso para que as boas práticas superem as dificuldades que enfrentamos diariamente”, afirmou o presidente do TRF 1.

O ministro Humberto Martins ressaltou que é importante o papel das corregedorias, especialmente da corregedoria nacional, como órgãos de orientação e controle, mas fundamentalmente como um órgão parceiro de todos os demais órgãos jurisdicionais.

“A função das corregedorias judiciais é muito mais ampla do que a de um órgão sancionador, de aplicador de penalidades. Por certo que os desvios de conduta devem ser apurados e punidos com rigor, sempre com observância do contraditório e da ampla defesa. No entanto, o papel das corregedorias deve ser, principalmente, de orientação e prevenção, buscando sempre a melhoria e a modernização das atividades administrativas e jurisdicionais”, frisou Martins.

Amor à magistratura

Durante o evento de abertura dos trabalhos, o corregedor nacional destacou que o exercício da magistratura representa um desafio que somente pode ser vencido com muito amor, uma vez que todos os magistrados são chamados a exercer uma atividade desgastante e difícil, que é a tarefa de julgar os semelhantes com rapidez, segurança e correção.

“É preciso, portanto, cada vez mais, resgatar o orgulho de pertencer a uma instituição que tem como missão concretizar a justiça. É preciso que os juízes amem a magistratura para que eles possam praticar diariamente as qualidades do bom juiz: a humildade, a prudência e a sabedoria”, disse Martins.

O corregedor salientou ainda que os magistrados devem exercitar essas qualidades para que possam ser reconhecidos pela população como modelos de retidão e justiça.

Realidade federal

Com relação à inspeção no TRF1, o ministro afirmou que o trabalho é o de colher dados sobre a atuação dos órgãos de direção do tribunal, especialmente com foco no controle feito na primeira instância, já que garantir que a presidência e a corregedoria locais estejam atuando de forma eficaz é o melhor meio de se buscar a excelência na prestação dos serviços judiciais.

“Nossa atuação, neste tribunal, deve ser compreendida como uma ação voltada a conhecer de perto a realidade do Poder Judiciário Federal, identificando seus problemas e compreendendo suas dificuldades e desafios”, disse o corregedor nacional.

O TRF1 é o terceiro tribunal regional federal a passar por inspeção da corregedoria nacional, depois do TRF5 e do TRF4. Nos trabalhos, o ministro Humberto Martins terá o apoio do desembargador federal Ricardo Barreto, e dos juízes auxiliares da corregedoria Kelly Cristina Costa (TRF2); Daniel Carnio Costa (TJSP); e Luiz Augusto Barrichello Neto (TJSP), além de oito servidores.

Corregedoria Nacional de Justiça

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/corregedor-ressalta-importancia-de-inspecoes-para-judiciario/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=corregedor-ressalta-importancia-de-inspecoes-para-judiciario.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Justiça eleitoral de Rondônia realiza primeira sessão plenária por videoconferência

Na segunda-feira (30/3), foi realizada a primeira sessão de julgamento do Tribunal Regional Eleitoral de …