CPMI das Fake News ouvirá ex-funcionário de empresa de marketing digital suspeita — Senado Notícias

Nesta terça-feira (11) a CPI mista das Fake News vai ouvir Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da empresa de marketing digital Yacows, investigada por fraudes na campanha eleitoral de 2018. O requerimento de sua participação foi apresentado pelo deputado Rui Falcão (PT-SP), em que alega associação a empresa ao disparo em massa de mensagens falsas, objeto de investigação da CPMI.

De acordo com o documento, o nome de Hans tornou-se conhecido quando em 2018 ele entrou na Justiça do Trabalho de São Paulo contra uma outra empresa ligada a Yacows, chamada Kiplix e teria anexado uma série de provas de disparos fraudulentos de mensagens via WhatsApp e outras mídias digitais, que seriam parte de suas funções. 

Ainda segundo o texto apresentado por Rui Falcão, empresas de marketing digital como a Kiplix e a Yacows teriam cadastrado celulares com nomes, CPFs e datas de nascimento de pessoas que ignoravam o uso de seus dados.

Hans River pode, com seu depoimento, “elucidar inúmeras dúvidas sobre como funcionam os sistemas de disparos de mensagens eletrônicas na internet, principalmente sua operacionalização no período eleitoral”, conclui o requerimento.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/02/06/cpmi-das-fake-news-ouvira-ex-funcionario-de-empresa-de-marketing-digital-suspeita.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Aplicativos podem ser obrigados a pagar seguro para entregadores — Senado Notícias

Um projeto de lei (PL 391/2020) do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) determina que empresas de …