Jean Paul Prates critica decisão do Cade sobre fusão Boeing-Embraer — Senado Notícias

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) criticou nesta quarta-feira (5) em Plenário a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) do acordo de fusão da empresa produtora de aviões Embraer com a norte-americana Boeing. Ele lembrou que a transação já foi aprovada pela Câmara de Comércio dos Estados Unidos e precisa ser avalizada pela União Europeia.

O parlamentar considerou natural a decisão favorável norte-americana, pois para ele a parceria é benéfica apenas aos interesses comerciais da Boeing, que enfrenta problemas após a suspensão da fabricação de seu modelo 737 MAX. A medida foi adotada após dois acidentes com mais de trezentas vítimas fatais. Hoje, mais de 400 unidades desse avião estão estacionadas em hangares da empresa. Todas as entregas estão suspensas e as desistências aumentaram.

— Incorporar a Embraer a essa altura é bom negócio para os americanos e péssimo para nós, brasileiros. É o famoso abraço do afogado — afirmou.

Jean Paul Prates destacou que se a suposta fusão for confirmada, toda a cadeia comercial e de comando da Embraer será transferida para a Boeing, nos Estados Unidos, e a empresa brasileira vai passar a ser apenas um apêndice da norte-americana. 

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/02/05/jean-paul-prates-critica-decisao-do-cade-sobre-fusao-boeing-embraer.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

CAE analisa criação de cadastro nacional de pessoas condenadas por estupro — Senado Notícias

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) faz na terça-feira (3) reunião para analisar o PL 5.013/2019, …