Provedores de internet poderão exigir registro de CPF dos usuários — Senado Notícias

A utilização de perfis falsos na internet, notadamente em aplicações como as redes sociais, é a principal estratégia de usuários mal-intencionados para espalhar desinformação pela rede, favorecendo a proliferação das chamadas fake news. Para facilitar a identificação e a responsabilização de titulares de perfis falsos, o senador Angelo Coronel (PSD–BA), apresentou projeto (PL 113/2020) que dispõe sobre a obrigatoriedade de os provedores de aplicações de internet, entre eles Facebook, Instagram, YouTube, Telegram, Twitter e WhatsApp, exigirem dos novos usuários, no ato do cadastramento, a inserção de seu número de registro junto à Receita Federal, o CPF. Reportagem de Regina Pinheiro, da Rádio Senado.

 

 

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/audios/2020/02/provedores-de-internet-poderao-exigir-registro-de-cpf-dos-usuarios.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

CAE analisa criação de cadastro nacional de pessoas condenadas por estupro — Senado Notícias

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) faz na terça-feira (3) reunião para analisar o PL 5.013/2019, …