CPI das Fake News tem depoimentos na terça e na quarta — Senado Notícias

A CPI Mista das Fake News tem reunião na terça-feira (18), às 13h, para ouvir representantes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Sociedade Brasileira de Imunizações.

A sugestão de ouvir a OMS foi dos deputados federais Filipe Barros (PSL-PR) e Caroline de Toni (PSL-SC). O objetivo é que a entidade contribua na investigação da prática de cyberbullying sobre os usuários mais vulneráveis da internet e o aliciamento e orientação de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio.

A Sociedade Brasileira de Imunizações foi convidada por requerimento do presidente da CPI das Fake News, o senador Angelo Coronel (PSD-BA), para debater os efeitos de notícias falsas sobre saúde pública e sobre vacinas.

De acordo com o senador, a entidade publicou estudo chamado “As Fake News estão nos deixando doentes?”, que trata do impacto das notícias falsas sobre a cobertura vacinal da população.

Campanha eleitoral

Já na quarta-feira (19), também às 13h, a comissão parlamentar mista de inquérito toma o depoimento de Flávia Alves e de Lindolfo Antônio Alves Neto, sócios-proprietários da empresa Yacows. As oitivas serão feitas individualmente.

Ambos foram convocados pela CPI depois da aprovação de requerimento do deputado federal Rui Falcão (PT-SP). Segundo ele, a Yacows é uma firma especializada em marketing digital que prestou serviços de disparos em massa de mensagens durante a campanha eleitoral de 2018.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/02/14/cpi-das-fake-news-tem-depoimentos-na-terca-e-na-quarta.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Vídeo: Senado aprova programa de crédito para micro e pequenas empresas na crise

Vídeo: Senado aprova programa de crédito para micro e pequenas empresas na crise Fonte Oficial: …