Campo Grande recebeu selo mundial de cidade arborizada, registra Nelsinho Trad — Senado Notícias

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) registrou nesta terça-feira (18) em Plenário que Campo Grande (MS) foi reconhecida como uma das 59 cidades mais arborizadas do mundo pela organização não governamental The Arbor Day Foundations, com sede nos Estados Unidos. A capital de Mato Grosso do Sul ganhou um selo da instituição em reconhecimento à urbanização da cidade, que contempla o plantio e o cuidado com as árvores, garantindo qualidade de vida aos seus moradores.

— Os benefícios das cidades arborizadas são imensos. Entre eles: controles de enchentes, enxurradas, erosões, valorização imobiliária, conscientização da população sobre o valor das árvores e a importância da manutenção dessas plantas, além de ganho na imagem perante a comunidade internacional — disse o parlamentar.

O parlamentar lembrou a criação de um Plano Diretor de Arborização Urbana, criado em março de 2009, e Lei Complementar Municipal 184, de 2011. Segundo ele, o plano revelou um total de 153.122 árvores nas vias urbanas.

— Particularmente, como campo-grandense, nascido naquela cidade e criado naquela cidade, fui prefeito por oito anos e fiquei muito feliz com esse reconhecimento, porque, não só a nossa pessoa como a nossa equipe, fizemos ações específicas para garantir a qualidade da arborização de Campo Grande e a preservação das nossas árvores, que culminaram com esse selo — afirmou o senador.

 

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/02/18/campo-grande-recebe-selo-mundial-de-cidade-arborizada-registra-nelsinho-trad.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

senadores comentam liberação de cultos religiosos — Senado Notícias

O senador Humberto Costa (PT-PE) classifica de equivocado o decreto do presidente da República, Jair …