Ex-presidentes manifestam apoio a Santa Cruz em ação que contesta posição da OAB na pandemia – OAB

Dez ex-presidentes da OAB Nacional manifestaram apoio ao presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz, em petição que pede o indeferimento de mandado de segurança que o acusa de supostamente agir em desvio de finalidade e abuso de autoridade. O documento em defesa de Santa Cruz pede indeferimento do mandado “considerando a ausência de legitimidade ativa e a inépcia da ação, assim como a ausência de ato ilegal violador de direito líquido e certo dos impetrantes, na medida em que os atos praticados pelo presidente da OAB estão respaldados na Constituição Federal e na legislação específica que rege a legitimidade de atuação da Ordem”.

Assinam a petição Bernardo Cabral, Mário Sérgio Duarte Garcia, José Roberto Batochio, Ernando Uchôa Lima, Reginaldo Oscar de Castro, Roberto Antonio Busato, Cezar Britto, Ophir Cavalcante Junior, Marcus Vinicius Furtado Coêlho e Cláudio Lamachia. O documento foi protocolado na 3ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal. Nele, os signatários apontam “inequívoca litigância de má-fé e pretensão de projeção midiática nacional por parte dos impetrantes, em claro desvirtuamento da utilização do presente instrumento processual e acionamento inapropriado do Poder Judiciário”.

Santa Cruz foi alvo do mandado após a Ordem propor Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 672 em defesa do cumprimento das medidas de isolamento determinadas pelo Ministério da Saúde, o respeito às determinações dos governadores e prefeitos em relação ao funcionamento das atividades econômicas e as regras de aglomeração e não interferência nas atividades técnicas do ministério paramentadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Em resposta a essa ação, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu parcialmente medida cautelar para garantir que as medidas adotadas pelos estados e municípios no enfrentamento à pandemia de Covid-19 sejam respeitadas pelo governo federal.

“A OAB tem estrutura política e institucional para proteger direitos e garantias da sociedade civil. A independência em relação aos órgãos estatais garante à instituição o papel de voz do cidadão em postura contramajoritária, estabelecendo o diálogo entre as instituições e a sociedade de forma apartidária, porém não apolítica. Logo, a postura que se espera de qualquer advogado é a de alerta e combate a qualquer ato que viole direitos e garantias fundamentais. Muito porque a própria Constituição prevê a indispensabilidade do advogado (art. 133 da CF)”, diz a petição da Ordem. “Não há coloração partidária na defesa daquele que é o mais alto bem jurídico tutelado pelas leis, isto é, a vida”, defende a OAB.

Veja aqui a íntegra da petição assinada por 10 ex-presidentes da OAB em apoio a Felipe Santa Cruz.pdf

Fonte Oficial: http://www.oab.org.br/noticia/58065/ex-presidentes-manifestam-apoio-a-santa-cruz-em-acao-que-contesta-posicao-da-oab-na-pandemia.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

OAB vai ao STF contra decreto que excluiu representantes da sociedade civil do Conad – OAB

A OAB Nacional ajuizou, no Supremo Tribunal Federal (STF), uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), …