Governo libera mais R$ 29 bilhões para despesas com coronavírus — Senado Notícias

O presidente Jair Bolsonaro editou na segunda-feira (25) uma medida provisória que libera R$ 29 bilhões para os Ministérios da Cidadania e da Saúde aplicarem em ações de enfrentamento ao coronavírus (MP 970/2020). A matéria foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (26).

A maior parte do dinheiro fica com a Cidadania. A pasta deve aplicar R$ 28,72 bilhões no pagamento do auxílio emergencial de proteção social a pessoas em situação de vulnerabilidade.

O governo federal iniciou na semana passada o pagamento da segunda parcela do benefício, que varia de R$ 600 a R$ 1,8 mil. De acordo com o Ministério da Cidadania, 55,9 milhões de pessoas foram atendidas com repasses que somam R$ 65,5 bilhões.

O crédito extraordinário aberto para a Saúde é de R$ 338,2 milhões. O dinheiro será aplicado no pagamento de servidores ativos civis da União (R$ 320,1 milhões) e de benefícios obrigatórios aos servidores civis, empregados, militares e dependentes (R$ 18,1 milhões).

De acordo com o texto, os R$ 29 bilhões serão liberados a partir da contratação de operação de crédito interna. A medida é prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101, de 2000), desde que haja autorização prévia na Lei Orçamentária.

Total de gastos

Desde o início da pandemia, Jair Bolsonaro editou 21 medidas provisórias que abrem crédito extraordinário para o enfrentamento da covid-19. Juntas, elas somam R$ 303,49 bilhões. O portal Siga Brasil, mantido pelo Senado com base em informações do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), acompanha o empenho e o pagamento desses recursos.

O levantamento foi atualizado pela última vez no dia 24 de maio — antes, portanto, da edição da MP 970/2020. Até então, o Palácio do Planalto havia anunciado R$ 274,44 bilhões para o combate ao coronavírus. Do total de recursos, 72,6% haviam sido empenhados: são gastos que o governo federal se comprometeu a fazer, mas que ainda não foram integralmente pagos. O dinheiro efetivamente desembolsado pela União para o enfrentamento da covid-19 corresponde a 40,5% do total.

A medida provisória será analisada agora pelo Congresso Nacional.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/05/26/governo-libera-mais-r-29-bilhoes-para-despesas-com-coronavirus.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Senador pede devolução de mensagem que amplia veto a uso de máscaras — Senado Notícias

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) protocolou nesta segunda-feira (6) um pedido de devolução imediata da …