TJMT – Uso do ClickJud para solicitar sustentação oral trará mais segurança e celeridade – AASP

A possibilidade de solicitar um pedido de sustentação oral em uma sessão de julgamento por videoconferência será possível, a partir da próxima semana, com apenas alguns ‘cliques’ no celular. Por meio do aplicativo ClickJud (https://clickjudapp.tjmt.jus.br), o Tribunal de Justiça de Mato Grosso disponibilizará ao advogado interessado a possibilidade de agendar a sustentação oral de maneira mais célere e segura. A iniciativa será válida a partir do dia 3 de junho.

Segundo explica a coordenadora judiciária do TJMT, Mariely Carvalho Steinmetz, a ideia de trazer os pedidos de sustentação oral para o ClickJud veio da convergência de entendimentos da Alta Administração em disponibilizar o acesso à Justiça literalmente nas mãos do cidadão. “É a Justiça nas suas mãos, com a comodidade do advogado em realizar esses pedidos inclusive de forma mais segura, tanto para ele quanto para as secretarias do Tribunal”, salienta.

Mariely explica que a forma atual de fazer o pedido, por e-mail, muitas vezes gera retrabalho, pois às vezes os dados são encaminhados de forma incompleta, sem informações obrigatórias, e que por meio do ClickJud isso não mais irá ocorrer. “Com o uso do token, todos os dados que são necessários para a elaboração da ordem de julgamento já vêm completos para o Tribunal. E o advogado recebe uma resposta automatizada, confirmando o recebimento do pedido dele. Então, fica algo mais confiável e célere, tanto para o advogado quanto para a secretaria”, ressalta.

A partir da próxima quarta-feira (3 de junho), para solicitar uma sustentação oral durante uma sessão de julgamento realizada por videoconferência, o advogado terá que seguir novas regras e se inscrever previamente por meio do aplicativo ClickJud-MT. A modificação consta da Portaria n. 353/2020, assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha. O documento modifica a Portaria n. 283/2020, que autorizou a realização de sessão de julgamento por videoconferência no âmbito do Judiciário estadual.

Conforme a portaria, a inscrição para a sustentação oral deverá ser efetuada exclusivamente por meio do aplicativo ClickJud, em até 24 horas antes da sessão, observando as seguintes regras: fazer login no aplicativo, utilizando credenciais confiáveis (PJE ou similar), que possam assegurar a participação na relação processual, na condição de patrono das partes.

Após efetuar o login com as credenciais confiáveis, o advogado deverá realizar os seguintes passos: acessar o ícone “Julgamentos e Audiências” (https://clickjudapp.tjmt.jus.br/pauta-julgamento); efetuar a localização do processo através das opções “número único” ou “órgão julgador” e “data de julgamento”; selecionar a opção “pedir sustentação oral”; preencher os campos editáveis, sendo obrigatória a informação do telefone, indicação do número da OAB e endereço eletrônico do advogado/procurador para eventual contato e cadastro no ambiente virtual da sessão. Por fim, selecionar o campo “enviar pedido”, e aguardar o sistema confirmar o envio.

Ainda segundo a Portaria n. 353/2020, o encaminhamento de memoriais aos membros do órgão julgador deverá ser realizado através do ClickJud, na opção “adicionar memorial”, em formato PDF, respeitando o limite máximo de 5MB.

Acesse AQUI o documento.

Lígia Saito

Coordenadoria de Comunicação do TJMT

imprensa@tjmt.jus.br

Fonte: TJMT

Fonte Oficial: AASP.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Senado aprova MP que prorroga prazo para assembleias de sócios – AASP

Em sessão remota nesta quinta-feira (2), o Plenário do Senado aprovou a medida provisória que …