Nova edição da Pesquisa Pronta aborda prisão provisória e ICMS – STJ

​A Secretaria de Jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) divulgou a nova edição da Pesquisa Pronta, com entendimentos da corte sobre quatro temas – entre eles, a discussão sobre a possibilidade de compensação de débitos tributários com precatório de entidade pública diversa e a aplicação da prisão provisória quando a medida for mais grave que a possível futura sanção.

A Pesquisa Pronta permite a busca em tempo real sobre determinados temas jurídicos. A organização é feita de acordo com o ramo do direito ou com grupos predefinidos (assuntos recentes, casos notórios e teses de recursos repetitivos).

Direito processual penal – pri​​​são

No julgamento do RHC 120.150, relatado pelo ministro Reynaldo Soares da Fonseca, a Quinta Turma destacou que, “de acordo com o princípio da homogeneidade, corolário do princípio da proporcionalidade, mostra-se ilegítima a prisão provisória quando a medida for mais gravosa que a própria sanção a ser possivelmente aplicada na hipótese de condenação, pois não se mostraria razoável manter-se alguém preso cautelarmente em ‘regime’ muito mais rigoroso do que aquele que ao final, eventualmente, será imposto”.

Direito processual civil – citaçõ​​es e intimações

Em entendimento firmado no AgInt nos EDcl no AREsp 1.521.267, sob relatoria do ministro Og Fernandes, a Segunda Turma estabeleceu que, “havendo publicação no diário eletrônico, torna-se irrelevante o fato de ter ocorrido a intimação eletrônica, não podendo se cogitar de descumprimento do disposto no parágrafo 3º do artigo 5º da Lei 11.419/2016, na medida em que a publicação no DJe prevalece sobre os demais meios previstos de comunicação”.

Direito tributário – Imposto sobre Cir​​​culação de Mercadorias e Serviços

Em julgamento de relatoria do ministro Mauro Campbell Marques (AgInt no REsp 1.676.581), a Segunda Turma destacou que “a jurisprudência do STJ encontra-se pacificada no sentido da impossibilidade de compensar débitos tributários com precatório de entidade pública diversa (no caso, o IPERGS), ante a inexistência de norma regulamentar do artigo 170 do CTN”.

Direito administrativo – concurs​​o público

“A jurisprudência desta corte está firmada em que, ainda que exigido pelo edital, não pode a falta da apresentação do diploma ser óbice à assunção de cargo público ou mesmo à contabilização de título em concurso, se por outros documentos idôneos se comprove a conclusão do curso superior, mesmo que pendente alguma formalidade para a expedição do diploma.”

A afirmação foi feita pelo ministro Sérgio Kukina ao relatar o AgInt no REsp 1713037, na Primeira Turma.

Sempre acess​ível

A Pesquisa Pronta está permanentemente disponível no portal do STJ. Para acessá-la, basta clicar em Jurisprudência > Pesquisa Pronta, a partir do menu na barra superior do site.

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/STJNoticias/~3/AlroE9l9JiQ/Nova-edicao-da-Pesquisa-Pronta-aborda-prisao-provisoria-e-ICMS.aspx.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Arbitragem tem prioridade para analisar contrato com cláusula compromissória, reafirma Segunda Turma – STJ

​A partir do princípio da competência-competência, cabe ao árbitro decidir com prioridade em relação ao …