Claro Telefonia fica livre de multa por descumprir acordo judicial

A empresa de telefonia Claro não terá que pagar multa por descumprimento de acordo judicial firmado entre um técnico instalador e uma prestadora de serviços. Segundo a Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST), a multa não se inclui na responsabilidade subsidiária da Claro pelas verbas devidas por prestadoras de serviços a seus empregados. Acompanhe o caso na reportagem de Daniel Vasques.

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Empresa de ônibus é condenada por contratação insuficiente de pessoas com deficiência

A empresa deverá pagar R$ 75 mil por danos morais coletivos. Ônibus na rodoviária. Foto: …