General Motors é condenada a reintegrar e indenizar empregado lesionado

A fabricante de carros General Motors foi condenada pela Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho a reintegrar e indenizar um montador de peças que sofreu lesão nos ombros por esforço repetitivo. O empregado foi demitido após alguns afastamentos do trabalho por conta da doença. Veja os detalhes com o repórter Pablo Lemos.

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Auxiliar de serviços gerais tem pedido de indenização por discriminação negado

Uma auxiliar de serviços gerais da Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre (RS), teve …