Humberto Martins determina que corregedoria regional apure conduta de juiz em acidente

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinou à Corregedoria Regional da 1ª Região que apure a conduta do juiz federal Helder Girão Barreto. Segundo notícia divulgada em sítio jornalístico, o magistrado teria se envolvido em acidente de trânsito e que a mãe da vítima, um motoboy de 21 anos, teria afirmado que o juiz estava bêbado, armado e fez ameaças.

Ainda, de acordo com a matéria, o magistrado confirma ter se envolvido no acidente e ter sacado sua arma para se proteger contra uma alegada agressão por parte do motociclista, afirmando ser mentirosa a alegação de que estaria embriagado.

Ao decidir instaurar o pedido de providências contra o juiz federal, o ministro Humberto Martins destacou que os fatos podem ter repercussão administrativo-disciplinar, caso efetivamente se comprove a prática de conduta incompatível com regime da magistratura, uma vez que a Loman dispõe, em seu artigo 35, ser dever do magistrado “manter conduta irrepreensível na vida pública e particular”.

A corregedoria regional tem 60 dias para apresentar o resultado da apuração à Corregedoria Nacional de Justiça.

Corregedoria Nacional de Justiça

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/humberto-martins-determina-que-corregedoria-regional-apure-conduta-de-juiz-em-acidente/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=humberto-martins-determina-que-corregedoria-regional-apure-conduta-de-juiz-em-acidente.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Judiciário terá reserva de vagas de estágio para negros

Os processos seletivos para estágio nos órgãos do Poder Judiciário deverão reservar, no mínimo, 30% …