#TrabalhoRemotoTJSP – Adaptação ao novo modelo na 3ª Vara Cível Central da Capital – AASP

Magistrado destaca cooperação das partes.

Diante do cenário de pandemia da Covid-19 e a instituição do trabalho remoto no Judiciário, o sistema de Justiça tem se adequado à nova realidade. Com as audiências remotas, magistrados e servidores relatam aumento da produção e celeridade na tramitação processual. Foi o que ocorreu na 3ª Vara Cível do Foro Central da Capital.

De acordo com o juiz Christopher Alexander Roisin, a cooperação das partes tem influenciado na rapidez com que os processos são julgados. O magistrado citou, como exemplo, uma ação ajuizada em 1º de julho e sentenciada na última terça-feira (28), ou seja, em menos de 30 dias. O caso envolvia pedido de restituição de valores pagos a mais para um plano de saúde e restabelecimento do serviço, que havia sido suspenso indevidamente. “O autor, diligentemente, peticionou a réplica, antes de ser intimado”, relatou o magistrado.

Segundo Christopher Roisin, a produção da Vara aumentou, na proporção em que aumentaram os peticionamentos. “Creio que o aumento na produção se deu, também, na medida em que os advogados e demais personagens dos processos igualmente se adaptaram à nova realidade”, afirmou o juiz. Ele contou, ainda, que o trabalho remoto durante a pandemia está “fluindo maravilhosamente bem”.

O magistrado destacou que, apesar de dúvidas iniciais, logo foram percebidos os resultados positivos. “O modelo é muito bom. Os assistentes – Daniel Corró e Vitor Carmona – estão trabalhando bastante, produzindo, seguros e sem risco”, declarou o juiz.

Compartilhe sua experiência

Os cartórios e equipes que queiram compartilhar suas histórias e rotinas com a Comunicação Social do Tribunal de Justiça podem enviar e-mail para redessociais@tjsp.jus.br com fotos e informações da organização do trabalho.  Também vale publicar fotos nas redes sociais e marcá-las com as hashtags #TrabalhoRemotoTJSP e #AJustiçaNãoPara, informando sua unidade. A foto pode ser publicada no Instagram @TJSPoficial.

Fonte: TJSP

Fonte Oficial: AASP.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Declaração de semi-imputabilidade exige incidente de insanidade mental e exame médico-legal – AASP

​Por entender que o reconhecimento da inimputabilidade ou da semi-imputabilidade depende da prévia instauração de …