Judiciário elabora indicadores de desempenho para ciclo 2021-2026

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza, até o dia 14 de agosto, levantamento junto a todos os conselhos e tribunais do país para recolher subsídios para a formulação de indicadores para avaliação da Estratégia Nacional do Poder Judiciário 2021-2026. Os estudos sobre o indicador “Acesso à Justiça” e “Avaliação do Poder Judiciário” buscam contribuição de magistrados e servidores para definição dos parâmetros para a composição dos índices que servirão de norte para construção das ações dos órgãos. O questionário pode ser acessado aqui

O monitoramento dos macrodesafios que integram a Estratégia Nacional do Poder Judiciário 2021-2026 é uma maneira para avaliar sua própria implementação. Os dois indicadores que estão em formulação no momento se inserem no tema “Sociedade” e permitirão avaliar a atuação do Judiciário em relação às “Garantia dos Direitos Fundamentais” e ao “Fortalecimento da Relação Institucional do Poder Judiciário com a Sociedade”. Assim como ocorreu na elaboração da Estratégia Nacional, a definição dos indicadores de “Acesso à Justiça” e de “Avaliação do Poder Judiciário” é desenvolvida de maneira colaborativa.  

Os levantamentos para a formulação dos índices é desenvolvido pelo Departamento de Gestão Estratégica (DGE) do CNJ, que contou com a contribuição do Departamento de Pesquisa Judiciárias (DPJ) . Posteriormente, quando os parâmetros estiverem definidos, o DPJ aplicará as pesquisas. De acordo com a diretora do DGE, Fabiana Andrade Gomes e Silva, os resultados obtidos na pesquisa serão utilizados no balizamento  das ações para aprimoramento do Poder Judiciário. A criação de indicadores, além de avaliar a própria implementação da Estratégia Nacional do Judiciário, possibilita o acompanhamento do desempenho de cada tribunal e dos serviços prestados pelo Poder Judiciário. A ação está entre as novidades da Estratégia Nacional do Poder Judiciário 2021-2026”, destaca.  

A Estratégia Nacional do Poder Judiciário 2021-2026 estabelece a missão, visão, macrodesafios e respectivos indicadores de desempenho para o período. Ela também define as diretrizes para todos os tribunais e conselhos do Poder Judiciário traçarem seus próprios planos estratégicos.

Jeferson Melo
Agência CNJ de Notícias

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/judiciario-elabora-indicadores-de-desempenho-para-ciclo-2021-2026/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=judiciario-elabora-indicadores-de-desempenho-para-ciclo-2021-2026.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Justiça do Trabalho da 15ª Região promove esforços concentrados pela conciliação

Aderindo ao Mês Nacional de Conciliação, promovido pela Justiça do Trabalho, e à Semana Nacional …