Justiça potiguar já produziu 107.765 sentenças em 21 semanas de trabalho remoto

O Poder Judiciário do Rio Grande do Norte deu início nesta semana ao seu plano de retomada gradual às atividades presenciais, com a autorização para algumas atividades em cinco comarcas, mas o regime de trabalho remoto ainda predomina no estado. De 16 de março a 2 de agosto são 21 semanas com o expediente presencial suspenso.

Nesse período, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) produziu 107.765 sentenças, 109.292 decisões e 266.308 despachos, totalizando até este levantamento 483.365 atos processuais feitos durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A Justiça potiguar suspendeu oficialmente o expediente presencial no dia 19 de março como forma de prevenção e proteção de seus integrantes e do público em geral contra a Covid-19. E agora inicia a retomada gradual das atividades presenciais, autorizada a partir de 3 de agosto.

Também entre 16 de março e 2 de agosto foram arquivados 136.358 processos em definitivo, enquanto outros 85.831 novos casos foram recebidos. E o número de atos processuais cumpridos por servidores foi de 3.202.665. Os dados foram compilados pela Secretaria de Gestão Estratégica do TJRN, com base no painel de Produtividade Semanal – Covid-19 do Conselho Nacional de Justiça.

Sentenças

Com 107.765 sentenças, o TJRN é o quinto mais produtivo neste quesito entre os 12 tribunais considerados de pequeno porte pelo CNJ durante a quarentena. Estão a frente do TJ potiguar, os TJs do Mato Grosso do Sul (146.251), de Alagoas (133.843), da Paraíba (114.484), e do Amazonas (114.424).

Decisões

O TJRN é o quinto em relação ao número de decisões, com 109.292 proferidas. Entre os 12 tribunais de pequeno porte, lideram neste quesito o TJ de Rondônia (283.685), TJMS (180.600), TJAM (170.266) e o TJAL (155.142).

Despachos

Já em relação ao número de despachos, o TJRN é o quarto entre os tribunais de pequeno porte, com 266.308 despachos produzidos. Este quesito é liderado pelo TJPB (393.190), TJMS (355.916) e o TJSE (316.253).

Atos cumpridos

O levantamento também indica a quantidade de atos cumpridos por servidores, onde o TJRN é o quarto dentre os tribunais de pequeno porte, com 3.202.665. A liderança é do TJMS (7.260.788), seguido do TJRO (4.706.554) e do TJAM (4.345.461).

Reabertura

O Plano de Reabertura Gradual das Atividades Presenciais do TJRN contempla um fluxo progressivo em quatro etapas e por fases, abrangendo também a divisão das comarcas entre as oito Regiões de Saúde definidas pelo governo estadual. Caberá ao Grupo de Trabalho instituído pela Portaria Conjunta nº 37/2020-T emitir semanalmente uma nota técnica e/ou ata com a proposição de reabertura de comarcas ou do adiamento dessa medida.

Entre os critérios a serem observados estão a situação epidemiológica no estado; a capacidade de atendimento da rede hospitalar local; a adequação do ambiente laboral às recomendações de prevenção à Covid-19; e a disponibilidade de equipamentos de proteção individual e coletiva.

Fonte: TJRN

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/justica-potiguar-ja-produziu-107-765-sentencas-em-21-semanas-de-trabalho-remoto/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=justica-potiguar-ja-produziu-107-765-sentencas-em-21-semanas-de-trabalho-remoto.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Justiça Eleitoral do Espírito Santo lança cartilha com biografia dos presidentes do Tribunal

O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), por meio da Comissão de Preservação e …