Presidente da CRE fará parte da missão humanitária brasileira que vai ao Líbano — Senado Notícias

O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado (CRE), Nelsinho Trad (PSD-MS), informou que fará parte da delegação brasileira que levará insumos médicos e alimentos ao Líbano, destinados às vítimas da explosão ocorrida no porto de Beirute no dia 4 de agosto. A delegação será chefiada pelo ex-presidente Michel Temer.

A comunidade libanesa no Brasil conseguiu reunir cerca de 4 mil toneladas de arroz, que seguirão por via marítima, além de vários insumos da área de saúde, como respiradores e máscaras, que seguirão no mesmo avião da comitiva brasileira.

Nelsinho Trad e Michel Temer são ambos descendentes de libaneses e farão a viagem em nome do governo brasileiro.

A missão brasileira deve sair de Brasília nesta quarta-feira (12), às 7h30, seguindo para a base aérea de Guarulhos e, de lá, para Beirute — fazendo escalas na Ilha do Sal (Cabo Verde) e Valência (Espanha). Sua chegada em Beirute é estimada para as 13h30 (horário de Brasília) de quinta-feira (13).

Estão previstos, entre quinta-feira (13) e sexta-feira (14), encontros com líderes religiosos, com o presidente do país, Michel Aoun, e com o presidente do parlamento libanês, Nabih Berri. A comitiva deve retornar ao Brasil no final da tarde da sexta-feira, após a cerimônia de entrega oficial das doações brasileiras.

— Vou [ao Líbano] muito honrado por representar o Congresso Nacional. E levo em meu coração quase 10 milhões de descendentes de libaneses no Brasil — disse Nelsinho Trad.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/08/11/presidente-da-cre-fara-parte-da-missao-humanitaria-brasileira-que-vai-ao-libano.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Senado volta a ter atividades presenciais depois de seis meses — Senado Notícias

O Senado terá deliberações presenciais pela primeira vez desde o mês de março, quando todas …