Justiça Eleitoral do Acre completa 45 anos de prestação de serviços à democracia

Na terça-feira (11/8), o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) completou 45 anos de instalação e mais um ano de serviços prestados aos eleitores acreanos, por meio de cartórios eleitorais, postos de atendimento, bem como na forma virtual, em seu portal http://www.tre-ac.jus.br/. Ao longo desse tempo, o TRE-AC se destaca junto à sociedade acreana pela credibilidade na condução do processo eleitoral no estado.

Atualmente, sob a gestão da desembargadora-presidente Denise Bonfim e do desembargador Elcio Mendes (vice-presidente e corregedor), a Corte Eleitoral acreana é composto por 7 membros titulares e 7 suplentes (Composição da Corte Eleitoral e Presença em Comissões), além de 112 servidores efetivos e 51 requisitados, distribuídos entre a Secretaria do Tribunal, duas Zonas Eleitorais na capital e mais sete no interior.

Para a presidente da Corte, desembargadora Denise Bonfim, o TRE e os eleitores acreanos têm muito o que comemorar neste 11 de agosto de 2020, pois, ‘‘apesar da crise sanitária em que vivemos, em decorrência do novo coronavírus, a Justiça Eleitoral no estado não para de se modernizar e não economiza esforços, com todo respeito às normas de prevenção e de redução dos riscos de contaminação do Covid-19, para melhorar o atendimento ao eleitor e garantir a realização das eleições que se aproximam, permitindo, assim, a alternância de poder em todos os municípios’’.

Nova sede

Em breve, eleitores, magistrados, servidores, advogados e membros do Ministério Público terão à disposição um novo prédio, com mais conforto e comodidade. A nova sede do TRE-AC está sendo construída na Alameda Ministro Miguel Ferrante, Portal da Amazônia. A área construída comportará dois blocos principais: uma ala térrea que abrigará as atividades do Pleno e uma torre que abrigará as atividades administrativas e jurisdicionais, composta de quatro pavimentos, térreo, subsolo e estacionamento.

História

São diversas as datas que marcaram a história acreana, mas o dia 11 de agosto de 1975 foi particularmente especial para a Justiça do estado. Anunciava-se, enfim, a instalação efetiva do TRE-AC, que teve como primeiro Presidente o desembargador Carlos Alves Cravo.

A Corte Eleitoral era composta por dois desembargadores, dois Juízes de Direito e um Juiz Federal. O Ministério Público Eleitoral estava representado pelo Procurador da República Substituto Jersey Nazareno de Brito Nunes.

No dia seguinte, o presidente em exercício do Tribunal de Justiça, desembargador Fernando de Oliveira Conde, encaminhou o OF./N. 392/75 ao TSE, contendo a relação dos Desembargadores empossados, e, em anexo, as listas tríplices para a escolha dos juízes oriundos da OAB, tendo sido escolhidos os advogados Aloísio Macêdo Maia e Walder Gomes da Costa.

Baixe a íntegra da Ata

Fonte: TRE-AC

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/justica-eleitoral-do-acre-completa-45-anos-de-prestacao-de-servicos-a-democracia/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=justica-eleitoral-do-acre-completa-45-anos-de-prestacao-de-servicos-a-democracia.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Senado aprova Maria Thereza Moura para Corregedoria Nacional

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (22/9), por unanimidade, a indicação da ministra Maria Thereza …