Templo LBV é condenado a indenizar empregada por não depositar FGTS

(0:07) O templo Legião da Boa Vontade (LBV) foi condenado pela Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) a indenizar uma empregada por falta de depósito integral do FGTS.

(1:53) O município de Caucaia, no Ceará, foi absolvido do pagamento de honorários advocatícios referentes a uma condenação trabalhista. Em parecer semelhante, a Quarta Turma do TST também isentou a JBS Aves, no Rio Grande do Sul, de pagar os honorários advocatícios.

(3:52) Uma microempresa, que ficou com a carteira de trabalho de uma ex-empregada por nove meses, foi condenada pela Sétima Turma do TST a indenizar a funcionária por danos morais.

Confira outras notícias do Tribunal Superior do Trabalho em: http://www.tst.jus.br

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Encarregado consegue aumentar valor de indenização após situação de homofobia

Para a 6ª Turma, o valor fixado de R$ 8 mil não foi proporcional ao …