Corregedor cobra providências do TRT-2 sobre precatórios

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinou que o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região (TRT-2) transfira a totalidade do saldo da conta especial II de precatórios, não comprometido com o pagamento de acordos, para a conta de pagamento dos créditos por ordem cronológica.

A decisão foi tomada em pedido de providências formulado por um beneficiário que alegou injustificável atraso na quitação geral do quadro de precatórios pela ordem cronológica. Segundo ele, o TRT da 2ª Região pagou, no período de 2015 a 2019, apenas 42 precatórios da ordem cronológica, sendo apenas 17 requisitórios em 2015; 16 em 2016; 2 em 2017; nenhum em 2018 e só 7 em 2019.

Diante da necessidade de esclarecimento dos fatos, Humberto Martins solicitou informações à corte trabalhista que confirmou a existência, em 31/12/2019, de um saldo de R$ 115.584.890,76 na conta especial II, destinada ao pagamento de acordos diretos.

Resolução n . 303

De acordo com a Resolução CNJ n. 303/2009 (artigo 56), no entanto, restando saldo na segunda conta, ao fim do exercício financeiro, e inexistindo beneficiários habilitados a pagamento por acordo direto, o tribunal deve transferir os recursos correspondentes para a conta I, que é destinada ao pagamento de superpreferências e da cronologia.

“Como alertado pela parte requerente, os saldos existentes nas contas não correspondem aos valores informados como destinados para pagamento de precatórios na ordem cronológica e preferências deferidas. Aparentemente, as informações prestadas estão incompletas, pois verificasse um importante saldo financeiro sem nenhuma destinação”, observou o corregedor nacional.

Como as informações prestadas pelo tribunal não foram claras quanto ao saldo da conta especial II, não comprometido com acordos diretos, habilitados em 31/12/2019, o corregedor nacional determinou que o TRT2 preste esse esclarecimento, em 20 dias, e que, no mesmo prazo, proceda à transferência para a conta I vinculada ao estado de São Paulo, de todo o saldo da conta II não comprometido com acordos diretos, comprovando sua realização.

Veja aqui a decisão.

Corregedoria Nacional de Justiça

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/corregedor-cobra-providencias-do-trt-2-sobre-precatorios/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=corregedor-cobra-providencias-do-trt-2-sobre-precatorios.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Justiça Eleitoral do Espírito Santo lança cartilha com biografia dos presidentes do Tribunal

O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), por meio da Comissão de Preservação e …