Banco deverá pagar horas extras a funcionária

Uma gerente operacional do Banco Itaú, em Minas Gerais, acionou a Justiça do Trabalho para pedir o pagamento das diferenças salariais, referentes ao tempo de deslocamento durante viagens a trabalho. O caso chegou a Subseção I de Dissídios Individuais do TST. Os ministros acolheram parcialmente o pedido da empregada.

Entenda o caso na reportagem de Raphael Oliveira.

Processo: TST-E-RR-770-74.2011.5.03.0106

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Entidade filantrópica é dispensada de recolhimento de depósito recursal

A condição especial garante à entidade o benefício da justiça gratuita. 25/11/20 – A Terceira Turma …