Ministro Dias Toffoli encerra visitas institucionais em reunião com magistrados do Amazonas – STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, participou de videoconferência, nesta sexta-feira (28), com magistrados do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) e do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT-11), com jurisdição no Amazonas e em Roraima. O encontro encerrou a série de reuniões institucionais realizadas pelo ministro realizou em todos os tribunais brasileiros desde o início de seu mandato na Presidência do Supremo.

Diálogo

Dias Toffoli salientou que o diálogo com todos os ramos da magistratura foi fundamental para reduzir as pressões, o que possibilitou melhorar a percepção da população sobre a categoria. Para o ministro, é necessário que o Judiciário atue de forma unida para assegurar os direitos dos cidadãos e as garantias sociais. Ele destacou a necessidade de transparência e eficiência na atuação, assegurando a resolução de conflitos e a pacificação social. “É importante, neste momento tão difícil para a humanidade, estarmos atentos aos cidadãos mais vulneráveis, os que mais precisam de Justiça”, afirmou.

Ampliação de acesso

Dias Toffoli frisou a importância de um olhar diferenciado para o Amazonas, em razão de sua extensão territorial, e lembrou que o CNJ assinou convênio com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação para que o Judiciário passe a integrar o projeto de ampliação da internet na Amazônia. Segundo ele, esse trabalho estruturante vai permitir que a magistratura seja atendida adequadamente, melhorando a prestação jurisdicional aos cidadãos.

O ministro ressaltou que o Judiciário será cada vez mais digital, possibilitando que os juízes atendam a população mesmo à distância, como ocorre neste momento, em função da pandemia, mas que será fundamental na região amazônica mesmo após o fim da emergência sanitária. “Essa ampliação do acesso permitirá que o Judiciário tenha maior capilaridade, consolidando nossa missão de assegurar aos cidadãos seus direitos mais essenciais”, afirmou.

Dificuldades logísticas

O vice-presidente do TRE, desembargador Jorge Lins, destacou que a realização das eleições será um desafio para toda Justiça eleitoral, mas, especialmente, no estado, que é o maior da federação e apresenta dificuldades logísticas para a distribuição das urnas e para a transmissão de dados. Ele salientou que, para chegar a algumas localidades, inclusive aldeias indígenas, são necessários de três a quatro dias de viagem de barco. Como as eleições serão realizadas no período chuvoso, a dificuldade de acesso será ainda maior.

O presidente do TRT-11, desembargador José Dantas de Góes, afirmou que, para ampliar o acesso à Justiça, as Varas do Trabalho localizadas fora de Manaus estão instaladas nas calhas dos principais rios e atuam de forma itinerante para atender os 62 municípios do estado. O desembargador informou que a página do tribunal na internet foi traduzida para o inglês e o espanhol, em razão do volume de migrantes oriundos do Haiti e da Venezuela em Roraima, que também está na jurisdição do TRT-11. O presidente do TJ-AM, desembargador Domingos Chalub, agradeceu o apoio do ministro Dias Toffoli durante seu período à frente do STF e do CNJ.

Realidade local

A iniciativa do presidente Toffoli de realizar esses encontros foi com o objetivo de conhecer a realidade local e os problemas dos diversos tribunais. Até o início do ano, as visitas eram presenciais. Mas, com a necessidade de evitar a propagação da Covid-19 por meio do distanciamento social, as reuniões passaram a ser telepresenciais. Com o evento de hoje, o presidente do STF e do CNJ promoveu encontros com magistrados de todos os tribunais dos 26 estados e do Distrito Federal.

PR//CF

 

Fonte Oficial: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=450593.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Ministro rejeita mandado de segurança contra tramitação da Reforma Administrativa – STF

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou seguimento ao Mandado de Segurança …