Banco do Brasil é isentado de indenizar empregado que desenvolveu software

Um empregado do Banco do Brasil que desenvolveu programas de computador não tem direito a indenização por propriedade intelectual. A decisão foi da Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que entendeu que não havia provas de que o Banco tenha feito uso desses programas de forma fraudulenta e, por isso, excluiu o pagamento da condenação.

Acompanhe o caso com a repórter Talia Santos.

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Boletim ao vivo | Montador que usava moto em atividades externas receberá adicional de periculosidade

                           Baixe o áudio Reproduzir o áudio  Pausar o áudio  Aumentar o volume  Diminuir o …