Ministro Sanseverino assume presidência da Terceira Turma – STJ

​O ministro Paulo de Tarso Sanseverino será o presidente da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), especializada em direito privado, nos próximos dois anos. Na sessão da última terça-feira (25), em nome da turma, Sanseverino parabenizou o ministro Moura Ribeiro – que presidiu o colegiado no biênio anterior – e lhe dirigiu um agradecimento especial.

“Quero agradecer pelo período em que o senhor esteve à frente da presidência na nossa Terceira Turma. Sempre trabalhou de um modo democrático, seguro, jovial, e fez uma presidência absolutamente tranquila. Mais do que isso: durante este período de pandemia, transmitiu segurança e ampliou o acesso aos trabalhos da turma”, destacou.

O ministro Moura Ribeiro afirmou ter sido um “privilégio” presidir a Terceira Turma e agradeceu o apoio dos ministros, dos servidores e dos advogados. Segundo ele, foi um período muito produtivo, com intensa participação dos ministros.

Os ministros Villas Bôas Cueva e Marco Aurélio Bellizze também prestaram homenagens ao presidente que deixava o cargo.

Renún​cia

Pelo critério da alternância, a ministra Nancy Andrighi – que integra a Terceira Turma há mais de 20 anos – deveria ser a sucessora de Moura Ribeiro na presidência do colegiado. Ela presidiu a sessão de terça-feira, e, ao final, apresentou sua renúncia ao cargo.

Nancy Andrighi declarou que “a presidência do ministro Moura Ribeiro vai ficar marcada pelo brilho e pela fraternidade que sempre marcaram a história da Terceira Turma”.

Ao comunicar sua decisão, a ministra desejou a Sanseverino uma ótima presidência. “Penso que nesse momento o ministro Sanseverino deve ser o novo presidente. Desejo que seja muito feliz nessa jornada”, disse. 

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/STJNoticias/~3/rRDbE3wgDWU/31082020-Ministro-Sanseverino-assume-presidencia-da-Terceira-Turma.aspx.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Ato infralegal do INPI não pode restringir direito de restauração de patente previsto em lei – STJ

​Para a Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), um ato infralegal do Instituto …