Ministros Mauro Campbell e Raul Araújo tomam posse no TSE nesta terça-feira (1º) — Tribunal Superior Eleitoral

Nesta terça-feira (1º), a partir das 18h30, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai empossar dois novos integrantes que passarão a compor a corte como ministro efetivo e ministro substituto, respectivamente: Mauro Campbell e Raul Araújo. Ambos vão representar o Superior Tribunal de Justiça (STJ) na composição da cúpula da Justiça Eleitoral.

O ministro Mauro Campbell já faz parte do TSE como substituto desde 2018 e, agora, assume a vaga deixada pelo ministro Og Fernandes em razão do término do biênio no final de agosto.

Natural de Manaus (AM), é graduado em Direito pelo Centro Universitário Metodista Bennett (Unibennett) em 1985, foi promotor e procurador de Justiça no estado e ocupou por três vezes o cargo de procurador-geral de Justiça. Ele integra o STJ desde junho de 2008.

O ministro Raul Araújo ocupará a vaga de ministro substituto deixada por Campbell e participará das sessões de julgamento quando houver impossibilidade de outro representante do STJ compor o tribunal em determinadas ocasiões.

Raul Araújo nasceu em Fortaleza (CE) e construiu sua carreira acadêmica na Universidade Federal do Ceará (UFC). Ele é ministro do STJ há dez anos e, antes, atuou como promotor de justiça, procurador do Estado do Ceará e desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE).

O TSE é formado por, no mínimo, sete ministros. Três são oriundos do Supremo Tribunal Federal (STF), um dos quais é o presidente da Corte. Outros dois ministros são designados pelo STJ, e um deles é escolhido pelo TSE para atuar como corregedor-geral Eleitoral. Completam o Tribunal dois juristas da classe dos advogados, nomeados pelo presidente da República.

CM/LG

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2020/Agosto/ministros-mauro-campbell-e-raul-araujo-tomam-posse-no-tse-nesta-terca-feira-1.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

TSE determina adequações do estatuto do PMN às normas legais — Tribunal Superior Eleitoral

Ao julgar recursos do Partido da Mobilização Nacional (PMN) na manhã desta quinta-feira (17), o …