Está no ar nova edição da Revista LexCult – Dossiê Memória, História, Arquivos e Museus

O Centro Cultural Justiça Federal (CCJF) apresenta a 2ª edição de 2020 da revista eletrônica LexCult, denominada “Dossiê Memória, História, Arquivos e Museus do Judiciário – Parte I”. O dossiê temático (a ser publicado em duas edições) foi organizado por Carlos Alexandre Böttcher (juiz de direito do TJSP) e por Maria Geralda de Miranda (diretora executiva do CCJF).

A Parte I é composta por dez trabalhos acadêmico-científicos, que refletem sobre a importância da Memória e dos Arquivos do Poder Judiciário Brasileiro. Abrindo a publicação, tem-se o Editorial, escrito por Carlos Alexandre Böttcher. Em seguida, a “Mensagem dos Dirigentes do TRF2, biênio 2019/2020”, desembargadores federais, Reis Friede (presidente), Messod Azulay Neto (vice-presidente) e Luiz Paulo da Silva Araújo Filho (corregedor regional), além do desembargador federal Ivan Athié (diretor-geral do CCJF).

Nesta edição, são apresentados dez artigos em que os autores debatem sobre “O Direito ao Esquecimento: Questões Jurídicas e Sociais” (Reis Friede, Maria Geralda Miranda e Márcia Teixeira Cavalcanti); “Gestão Documental e da Memória do Poder Judiciário: o Programa do Conselho Nacional de Justiça” (Carlos Alexandre Böttcher e Ingrid Schroder Sliwka); “A Importância dos Acervos Judiciais para a Pesquisa em História: um Percurso” (Monica Duarte Dantas e Filipe Nicoletti Ribeiro); “Estilos das Relações: Práticas Fundacionais para o Tribunal de Pernambuco” (Andréa Slemian); “Cadeia de Custódia Digital Arquivística” (Henrique Machado dos Santos e Daniel Flores); “A Triste e Desconhecida História do Tribunal de Segurança Nacional” (Vladimir Passos Freitas); “Documentos Arquivísticos, Centros de Memória, Organização e Instituição: Caminhos Potenciais para os Trabalhos com Memória na Justiça Eleitoral” (Rodrigo Costa Japiassu); “Memória do Judiciário: entre a Gestão Documental e a Gestão da Memória” (Lucas Lopes de Moraes e Belmiro Thiers Tsuda Fleming); “Micro-Histórias no Judiciário” (José Renato Nalini) e “Documentos do Poder Judiciário e de Cartórios no Arquivo Público do Estado do Pará: Alguns Apontamentos” (Leonardo da Silva Torii).

A revista LexCult traz estudos e pesquisas voltados para temas relevantes de nosso tempo, no campo teórico do direito e da sociedade, mas também estudos qualitativos aplicados que abordam questões ambientais, educacionais e culturais.

A publicação está aberta para receber submissões de trabalhos inéditos no âmbito da cultura (audiovisual, teatro, literatura, dança e música) e no âmbito jurídico (com preferência para temas relacionados à sociologia e filosofia do direito, direitos humanos, cidadania, questões climáticas, propriedade intelectual, direitos autorais, gênero, direito ambiental, direito dos idosos e direitos das minorias). O endereço da revista é http://lexcultccjf.trf2.jus.br/ e os leitores podem se cadastrar para receber notificações das novas publicações.

Confira a edição da Revista LexCult

Fonte: TRF2

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/esta-no-ar-nova-edicao-da-revista-lexcult-dossie-memoria-historia-arquivos-e-museus/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=esta-no-ar-nova-edicao-da-revista-lexcult-dossie-memoria-historia-arquivos-e-museus.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Justiça do Trabalho da 15ª Região promove esforços concentrados pela conciliação

Aderindo ao Mês Nacional de Conciliação, promovido pela Justiça do Trabalho, e à Semana Nacional …