Está no ar nova edição da Revista LexCult – Dossiê Memória, História, Arquivos e Museus

O Centro Cultural Justiça Federal (CCJF) apresenta a 2ª edição de 2020 da revista eletrônica LexCult, denominada “Dossiê Memória, História, Arquivos e Museus do Judiciário – Parte I”. O dossiê temático (a ser publicado em duas edições) foi organizado por Carlos Alexandre Böttcher (juiz de direito do TJSP) e por Maria Geralda de Miranda (diretora executiva do CCJF).

A Parte I é composta por dez trabalhos acadêmico-científicos, que refletem sobre a importância da Memória e dos Arquivos do Poder Judiciário Brasileiro. Abrindo a publicação, tem-se o Editorial, escrito por Carlos Alexandre Böttcher. Em seguida, a “Mensagem dos Dirigentes do TRF2, biênio 2019/2020”, desembargadores federais, Reis Friede (presidente), Messod Azulay Neto (vice-presidente) e Luiz Paulo da Silva Araújo Filho (corregedor regional), além do desembargador federal Ivan Athié (diretor-geral do CCJF).

Nesta edição, são apresentados dez artigos em que os autores debatem sobre “O Direito ao Esquecimento: Questões Jurídicas e Sociais” (Reis Friede, Maria Geralda Miranda e Márcia Teixeira Cavalcanti); “Gestão Documental e da Memória do Poder Judiciário: o Programa do Conselho Nacional de Justiça” (Carlos Alexandre Böttcher e Ingrid Schroder Sliwka); “A Importância dos Acervos Judiciais para a Pesquisa em História: um Percurso” (Monica Duarte Dantas e Filipe Nicoletti Ribeiro); “Estilos das Relações: Práticas Fundacionais para o Tribunal de Pernambuco” (Andréa Slemian); “Cadeia de Custódia Digital Arquivística” (Henrique Machado dos Santos e Daniel Flores); “A Triste e Desconhecida História do Tribunal de Segurança Nacional” (Vladimir Passos Freitas); “Documentos Arquivísticos, Centros de Memória, Organização e Instituição: Caminhos Potenciais para os Trabalhos com Memória na Justiça Eleitoral” (Rodrigo Costa Japiassu); “Memória do Judiciário: entre a Gestão Documental e a Gestão da Memória” (Lucas Lopes de Moraes e Belmiro Thiers Tsuda Fleming); “Micro-Histórias no Judiciário” (José Renato Nalini) e “Documentos do Poder Judiciário e de Cartórios no Arquivo Público do Estado do Pará: Alguns Apontamentos” (Leonardo da Silva Torii).

A revista LexCult traz estudos e pesquisas voltados para temas relevantes de nosso tempo, no campo teórico do direito e da sociedade, mas também estudos qualitativos aplicados que abordam questões ambientais, educacionais e culturais.

A publicação está aberta para receber submissões de trabalhos inéditos no âmbito da cultura (audiovisual, teatro, literatura, dança e música) e no âmbito jurídico (com preferência para temas relacionados à sociologia e filosofia do direito, direitos humanos, cidadania, questões climáticas, propriedade intelectual, direitos autorais, gênero, direito ambiental, direito dos idosos e direitos das minorias). O endereço da revista é http://lexcultccjf.trf2.jus.br/ e os leitores podem se cadastrar para receber notificações das novas publicações.

Confira a edição da Revista LexCult

Fonte: TRF2

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/esta-no-ar-nova-edicao-da-revista-lexcult-dossie-memoria-historia-arquivos-e-museus/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=esta-no-ar-nova-edicao-da-revista-lexcult-dossie-memoria-historia-arquivos-e-museus.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Acessibilidade: Tribunal do Júri Popular de Timon (MA) retoma sessões em novas instalações

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) retomou as sessões de julgamento do Tribunal do …