TJSP implementa campo exclusivo para uso do nome social em processos – AASP

Ferramenta disponível para partes, terceiros e representantes.

 

O sistema de peticionamento eletrônico de 1° Grau do Tribunal de Justiça de São Paulo (novo portal e-SAJ) e o sistema SAJ/PG5 passam a contar com campo exclusivo para assegurar o uso do nome social dos usuários dos serviços judiciários no Estado. A novidade entra no ar hoje (4) e foi possível a partir de atualização do sistema informatizado de processos. O campo pode ser utilizado para o cadastro do nome social das partes, terceiros e representantes das partes.

O nome social se refere à designação pela qual a pessoa travesti ou transexual se identifica e é socialmente reconhecida e seu uso é garantido pelo Decreto Federal nº 8.727/16. A adoção do nome social garante o tratamento pelo nome que condiz e representa a identidade de gênero da pessoa. Durante o desenvolvimento do campo específico no sistema, nos documentos dos processos já era possível a indicação do nome social junto com o nome do registro, por exemplo, em sentenças e despachos. A próxima etapa é a inclusão do campo específico para o nome social também no peticionamento de 2º Grau, assim que possível tecnicamente.

 

Como funciona

Após o cadastro no peticionamento eletrônico ou sistema SAJ/PG5, o nome social passa a constar automaticamente nas consultas, publicações, relatórios e nos documentos emitidos pelo TJSP, sendo apresentado antes do nome constante no registro civil. O TJSP desenvolveu uma apostila e um vídeo para orientar os usuários sobre o cadastro desse novo campo. Acesse www.tjsp.jus.br/ComoFazernaPratica, clique em “Novas Configurações do SAJ” e, em seguida, no item “Nome Social”.

 

Comunicação Social TJSP – AA (texto) / LF (arte)
imprensatj@tjsp.jus.br

Fonte: TJSP

Fonte Oficial: AASP.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Nova lei garante direito de transmissão de jogo de futebol para clube mandante – AASP

As novas regras não serão aplicadas aos contratos de transmissão celebrados antes da vigência da …