Dia Mundial da Alfabetização é celebrado por senadores nas redes sociais — Senado Notícias

Os senadores celebraram em suas redes sociais, nesta terça-feira (8), o Dia Mundial da Alfabetização. A data foi criada em 1967 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) de 2019 indica uma taxa de analfabetismo de 6,6% entre brasileiros com 15 anos ou mais, o que representa cerca de 11 milhões de analfabetos no país.

O senador Styvenson Valentin (Podemos-RN) destacou os desafios que isso representa: “O Brasil tem muitos desafios para sanar quanto ao analfabetismo. O Rio Grande do Norte tem 372 mil analfabetos. Desse total, 184 mil têm idade de 60 anos ou mais, o que representa quase metade dos analfabetos do estado (PNAD 2019)”.

Para a senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), a aprovação do novo Fundeb, por meio da Emenda Constitucional 108, será fundamental para diminuir as desigualdades na educação. Ela fez a seguinte publicação: “Nosso país tem 11 milhões de analfabetos. Mudar esta realidade marcada por desigualdade e descaso. Com o Novo Fundeb, demos um grande passo. Outros projetos, como o Educação Conectada, do qual sou relatora, contribuirão. Continuarei trabalhando muito”.

Já o senador Paulo Rocha (PT-PA) criticou a política de educação do governo federal, ressaltando que é preciso “investir mais em educação, e não reduzir [investimentos], como faz o governo Bolsonaro”.

O presidente da Comissão de Educação do Senado (CE), Dário Berger (MDB-SC), lamentou o número de analfabetos no país. Em entrevista à Rádio Senado, ele disse que “poderíamos fazer um mutirão de alfabetização e, com isso, reduzir drasticamente esse número para nós não continuarmos amargando esse índice lamentável”. 

A importância da alfabetização para o exercício da cidadania foi destacada pelo senador Romário (Podemos-RJ). “Hoje é o Dia Mundial da Alfabetização. Data para lembrar que ler e escrever são direitos essenciais quando o assunto é cidadania. Toda criança deve ter acesso à educação de qualidade para crescer como cidadão”, ressaltou ele.

O senador Confúcio Moura (MDB-RO), por sua vez, reiterou a homenagem aos profissionais da educação: “Precisamos trabalhar pela educação na expectativa de dias melhores, de saúde melhor, de educação para todos”.

Os senadores também destacaram o sucesso de projetos de alfabetização em seus estados. Eduardo Braga (MDB-AM) fez a seguinte publicação: “No Dia Mundial da Alfabetização, quero lembrar desse projeto maravilhoso que proporcionou uma nova perspectiva a milhares de pessoas, o Reescrevendo o Futuro. De 2003 a 2009, o analfabetismo foi totalmente erradicado nas zonas urbanas de 37 municípios do Amazonas”.

O progresso do Ceará na alfabetização infantil foi celebrado pelo senador Cid Gomes (PDT-CE). “Hoje é o dia internacional da alfabetização, passo fundamental para a emancipação das pessoas. O Ceará tem avançado muito na alfabetização de suas crianças. Essa é uma conquista de todo o povo cearense que deve ser levada a todos os brasileiros”, ressaltou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/09/08/dia-mundial-da-alfabetizacao-e-celebrado-por-senadores-nas-redes-sociais.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Proposta prevê pagamento de pedágio com cartão de débito e crédito — Senado Notícias

Um projeto em tramitação no Senado prevê que as concessionárias de pedágio em rodovias federais …