Comissão vai apurar fatos relacionados a desembargador do TRT da 1º Região alvo de busca e apreensão

A instituição da comissão foi determinada pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho 

Fachada principal do edifício-sede do TST

Fachada principal do edifício-sede do TST

11/09/20 – O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, determinou, nesta sexta-feira (11), a instituição de comissão de sindicância para acompanhamento e apuração dos fatos relativos ao pedido de providências que, no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ), averigua os fatos noticiados pela imprensa sobre a operação de busca e apreensão na residência e no gabinete do desembargador Marcos Pinto da Cruz. 

A composição da comissão será definida em portaria própria. A decisão determina, ainda, a juntada dos documentos referentes à denúncia e a inclusão do desembargador do TRT da 1ª Região (RJ) Fernando Antônio Zorzenon da Silva, também acusado de envolvimento, segundo notícia veiculada pelo jornal O Estado de S. Paulo.  No pedido de providências, informações sobre os fatos narrados pela imprensa deverão ser esclarecidas.  

Encaminhamento 

O TRT da 1º Região (RJ) em ofício encaminhado à Corregedoria-Geral, informou a abertura de procedimento administrativo interno e a instauração de duas comissões distintas, para apurar as condutas dos dois desembargadores. 

Leia mais:

28/8/2020 – Corregedoria-Geral da JT vai apurar conduta de desembargador do TRT da 1ª Região (RJ)

(VC/CF)

$(‘#lightbox-caju_ .slider-gallery-wrapper img’).hover(
function() {
const $text=$($($(this).parent()).next());
$text.hasClass(‘inside-description’) && $text.fadeTo( “slow” , 0);
}, function() {
const $text=$($($(this).parent()).next());
$text.hasClass(‘inside-description’) && $text.fadeTo( “slow” , 1);
}
);
$(document).ready(function() {
var caju_autoplaying=false;
var caju_showingLightbox=false;
const caju_playPauseControllers=”#slider-caju_-playpause, #slider-caju_-lightbox-playpause”;
$(“#slider-caju_”).slick({
slidesToShow: 1,
slidesToScroll: 1,
autoplay: caju_autoplaying,
swipeToSlide: false,
centerMode: false,
autoplaySpeed: 3000,
focusOnSelect: true,
prevArrow:
‘,
nextArrow:
‘,
centerPadding: “60px”,
responsive: [
{
breakpoint: 767.98,
settings: {
slidesToShow: 3,
adaptiveHeight: true
}
}
] });
$(“#slider-caju_”).slickLightbox({
src: ‘src’,
itemSelector: ‘.galery-image .multimidia-wrapper img’,
caption:’caption’
});
});

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Boletim ao vivo | Empregado coagido pelo próprio advogado a fazer acordo tem pedido de anulação indeferido

                           Baixe o áudio Reproduzir o áudio  Pausar o áudio  Aumentar o volume  Diminuir o …