Filho de idosa não é responsabilizado por dívida trabalhista com cuidadora

A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) manteve decisão que isentou o filho de uma idosa do pagamento das verbas rescisórias devidas a uma cuidadora. Ele era o administrador dos bens da mãe, mas não residia na mesma casa, o que afastou seu enquadramento como empregador doméstico. Entenda o caso com o repórter Daniel Vasques.

Processo: RR-11036-97.2018.5.03.0099

Confira outras notícias do Tribunal Superior do Trabalho em: http://www.tst.jus.br

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Quero Post: Empresa pode exigir certidão de antecedentes criminais de candidatos a emprego?

>                            Baixe o áudio Reproduzir o áudio  Pausar o áudio  Aumentar o volume  Diminuir …