Ministros Herman Benjamin e Og Fernandes abrem curso de mestrado profissional da Enfam em direito e Poder Judiciário – STJ

A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) realizou nesta sexta-feira (11) seminário de integração c​om os corpos docentes e discentes de seu mestrado profissional em direito e Poder Judiciário. O evento foi aberto pelo coordenador-geral do Programa de Pós-Graduação em direito, ministro Herman Benjamin, e contou com a presença do novo diretor-geral da Escola, ministro Og Fernandes.

O ministro Herman Benjamin destacou o grande interesse dos participantes – que provém inclusive de outros países lusófonos, como Angola e Moçambique. “É um programa pioneiro no mundo e na nossa Enfam”, afirmou ao ressaltar que todos serão partícipes e estarão, ao mesmo tempo, visando aperfeiçoar aquilo que é totalmente novo e que começa do zero. “Isso significa que a responsabilidade é dupla: temos a obrigação de fazer o mestrado em nome da escola e em nome de toda a magistratura”, disse o ministro.

Herman Benjamin também fez questão de explicar que o programa é um investimento de todos os brasileiros, pois o objetivo maior é o aperfeiçoamento do Poder Judiciário. “Queremos dar ao povo brasileiro o melhor retorno possível, demonstrando que esse não é um investimento em nós, mas na própria jurisdição”, disse.

Para o ministro, o mestrado da Enfam pode ser um dos melhores do Brasil. “Isso se faz com muito esforço e dedicação”, afirmou ao destacar o potencial de todos dos professores e alunos, que passaram por um disputado processo de seleção.

A produção acadêmica também foi apontada pelo ministro como um ponto importante, já que deverá ser aproveitada pela Revista da Enfam – periódico que, segundo o coordenador, vai despontar como uma das grandes publicações jurídicas da América Latina. A publicação é dirigida pela ministra Maria Thereza de Assis Moura.

Mestrado histórico

O novo diretor-geral da Enfam, ministro Og Fernandes, ressaltou o caráter histórico da realização do primeiro mestrado brasileiro dedicado ao Poder Judiciário. “Hoje, a história do Poder Judiciário e da magistratura, não só brasileira, mas dos países de língua portuguesa, passa por nós e diz: sejam bem-vindos”, garantiu. O ministro salientou o esforço dos magistrados participantes, que demonstram vontade de se aperfeiçoarem e de aperfeiçoarem a jurisdição.

“Nós temos a grande honra de, em determinado instante da nossa carreira e nesse momento da história, podermos nos consagrar aos milhares de magistrados do país e a todos os habitantes do Brasil”, disse. Para Og Fernandes, tanto os alunos e professores quanto os demais envolvidos sairão dessa experiência melhores do que são hoje. “Faço questão de acompanhá-los no dia a dia das tarefas. Assim fazendo, também sairei daqui melhor”, concluiu.

Após as apresentações dos ministros, a secretária-geral, Cintia Brunetta, explicou os passos do semestre letivo, que começa no dia 5 de outubro. O coordenador acadêmico e executivo, Samuel Meira Brasil Jr., falou sobre a inovação de começar um curso à distância por conta da grave crise sanitária pela qual passa o Brasil e ressaltou que isso também demonstra a vontade de todos os participantes. Ao final, os professores apresentaram aos alunos as ​disciplinas e os grupos de pesquisa que serão desenvolvidos durante o curso, em especial neste semestre.

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/STJNoticias/~3/ejfhURghwwg/11092020-Ministros-Herman-Benjamin-e-Og-Fernandes-abrem-curso-de-mestrado-profissional-da-Enfam-em-direito-e-Poder-Judiciar.aspx.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Quarta Turma terá sessão extraordinária no dia 10 – STJ

​​​A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) realizará uma sessão extraordinária no dia …