Eleições 2020: Justiça avança planejamento junto a juízes eleitorais de Mato Grosso

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso realizou na segunda-feira (28/9) sua segunda Reunião Preparatória Eleições 2020, com todos os magistrados eleitorais que atuam nos cartórios eleitorais. Entre os pontos debatidos no encontro virtual estão a alimentação de mesários, preparação dos locais de votação, forças de segurança, escolha de oficiais de justiça, controle de pessoal, logística de urnas, transmissão dos votos para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), protocolos de segurança sanitária.

Todo o trabalho foi conduzido pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), desembargador Gilberto Giraldelli. “Nós precisamos manter este canal de comunicação constante para termos uma eleição alinhada, com o mínimo possível de problemas. Peço aos senhores que tenham muita atenção quanto a escolha do administrador de prédio, da pessoa que irá atuar em cada local de votação. Os problemas geralmente ocorrem no início da votação, e esta pessoa pode contribuir de maneira relevante para solucionar os problemas.”

O presidente lembrou que no dia da eleição os magistrados ficam envolvidos com uma multiplicidade de atribuições e é impossível uma dedicação exclusiva com a logística da eleição.  “O juiz eleitoral no dia fica tomado de muitas tarefas no dia do pleito. Ele recebe denúncias de boca de urna, entre outras irregularidades, então é necessário escolher pessoas qualificadas para atuarem como auxiliares. Nossa recomendação é que cada juiz fique na sede da Zona Eleitoral e o juiz auxiliar esteja disponível para resolver os problemas pontuais.”

O secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal, Luis Darienzo, falou sobre o processamento dos votos. “Neste ano temos uma novidade. Todos os anos os votos vinham para o TRE-MT, onde eram processados e o resultado era enviado para o TSE. Pela primeira vez os votos serão encaminhados diretamente para o TSE. Nós praticamente triplicamos nosso link de internet para garantir uma infraestrutura adequada para esta transmissão de votos.”

Coube ao desembargador vice-presidente do TRE-MT e corregedor eleitoral, Sebastião Barbosa, finalizar a reunião. “O contato constante é a melhor maneira de termos uma eleição eficaz num estado tão grande como Mato Grosso. Juízes eleitorais e servidores, colaboradores e mesários necessitam atuar como um time, assim o sucesso será de todos à medida que for de cada um.”

Nesta quarta-feira (30/9), uma comissão do TRE-MT, com a presença do presidente, do juiz auxiliar da presidência, Lídio Modesto, e do diretor geral do TRE, Mauro Diogo, vai percorrer algumas Zonas Eleitorais das regiões sul e leste do estado. As reuniões virtuais serão realizadas a cada 15 dias para acompanhamento das demandas específicas.

Fonte: TRE-MT

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/eleicoes-2020-justica-avanca-planejamento-junto-a-juizes-eleitorais-de-mato-grosso/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=eleicoes-2020-justica-avanca-planejamento-junto-a-juizes-eleitorais-de-mato-grosso.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

CNJ institui política de enfrentamento ao assédio e discriminação no Poder Judiciário

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou por unanimidade resolução que institui no …