Tribunal do Trabalho da 10ª Região debate propostas para implementação da LGPD

Portaria assinada na última segunda-feira (21/9) pelo presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT10), desembargador Brasilino Santos Ramos, criou grupo de trabalho para estudo e identificação das medidas necessárias à implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no âmbito do Regional. O objetivo é apresentar propostas para atender à necessidade de proteção da privacidade e dos dados pessoais de jurisdicionados e outros sujeitos identificados ou identificáveis nos atos processuais.

Coordenado pelo desembargador Ribamar Oliveira Lima Júnior, o grupo é composto por desembargadores, juízes e servidores, que terão até o dia 17 de novembro deste ano para encaminhar à Secretaria-Geral da Presidência suas proposições sobre o tema, compiladas de forma conclusiva. O relatório final será encaminhado para o Grupo de Trabalho instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) responsável por coordenar os estudos realizados pelos tribunais brasileiros para implementação da norma.

A criação do Grupo de Trabalho atende à Recomendação CNJ 73/2020, que recomenda aos órgãos do Poder Judiciário brasileiro a adoção de medidas preparatórias e ações iniciais para adequação às disposições contidas na LGPD (Lei n.º 13.709/2018).

Fonte: TRT10

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/tribunal-do-trabalho-da-10a-regiao-debate-propostas-para-implementacao-da-lgpd/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=tribunal-do-trabalho-da-10a-regiao-debate-propostas-para-implementacao-da-lgpd.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Violência contra a mulher é inaceitável, defende Fux

“Devemos rejeitar a tese machista do crime passional. A lógica perversa de que a mulher …