Senadores lamentam morte de Quino, cartunista argentino criador de Mafalda — Senado Notícias

Senadores lamentaram nas redes sociais a morte de Joaquín Salvador Lavado Tejón, mais conhecido como Quino, criador das histórias em quadrinhos da personagem Mafalda, que faleceu nesta quarta-feira (30), aos 88 anos. O artista sofria complicações após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) nos últimos dias.

Ao se manifestar sobre o falecimento do artista, o senador Humberto Costa (PT-PE) lembrou que Quino sempre tratou de causas sociais em suas obras. “Tristeza! Faleceu hoje, aos 88 anos, o quadrinista argentino Quino, criador da personagem Mafalda, traduzida para mais de 35 idiomas. Quino e Mafalda abraçaram diversas causas sociais com um humor crítico muito inteligente”, registrou.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) assegurou que Mafalda, sua personagem mais famosa, nunca será esquecida. “Hoje ficamos um pouco mais tristes. Perdemos Quino, o pai da Mafalda. A personagem que mistura conhecimento, humor e muita fofura. Vamos sentir tanto sua falta. Vá em paz, Quino! Que Mafalda fique sempre entre nós. Obrigado por ela”, publicou.

Para Jean Paul Prates (PT-RN) Mafalda foi responsável por chamar as pessoas à reflexão. “Lá se foi Quino, o genial criador de Mafalda, Suzanita, Manolito… Obrigado pelo riso, pela reflexão, por instigar a todos nós, Quino”, agradeceu.

Já o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) agradeceu ao artista pela criação da personagem, que segundo ele, ensinou aos leitores a pensar sobre o mundo. “Criador da famosa garotinha Mafalda, o grande cartunista Quino nos deixou. Por meio da Mafalda, personagem cheia de questionamentos, ele nos fez, por diversas vezes, aprender a pensar melhor sobre o que há ou não de melhor no mundo. Obrigado, Quino”, gratificou.

Mesma opinião teve a senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE): “Quino, o genial criador de Mafalda, Suzanita, Manolito… Obrigado pelo trabalho, pelos risos! Ficará sempre na história!”

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) também registrou pesar pela morte de Quino. “Triste com a notícia do falecimento do Quino, criador da Mafalda, aquela que nos faz refletir e questionar o mundo em que vivemos. Perdemos Quino, mas sua criação se eterniza”, declarou.

Mafalda

A principal personagem do cartunista, Mafalda, foi criada em 1962, para uma campanha publicitária. Já as tirinhas foram criadas entre 1964 e 1973, e publicadas em mais de 35 idiomas, com grande popularidade. A personagem ganhou espaço nas tiras dos jornais e revistas, e também foi tema de livros e filmes. Mafalda ficou conhecida por suas características peculiares e por questionar e se preocupar com problemas sociais, com observações agudas, ainda que em tom de criança.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/09/30/senadores-lamentam-morte-de-quino-cartunista-argentino-criador-de-mafalda.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Rádio Senado disponibiliza reportagens especiais sobre as eleições — Senado Notícias

Devido à pandemia de coronavírus, as eleições municipais de 2020 foram adiadas para os dias …