CNJ Entrevista desta quinta (8/10) destaca prioridades da nova gestão do Conselho

No dia 10 de setembro, o ministro Luiz Fux tomou posse como presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). E ele trouxe cinco eixos como desafios para a atual gestão: a proteção dos direitos humanos e do meio ambiente; a garantia da segurança jurídica conducente à otimização do ambiente de negócios no Brasil; o combate à corrupção, ao crime organizado e à lavagem de dinheiro, com a consequente recuperação de ativos; o incentivo ao acesso à justiça digital, e o fortalecimento da vocação constitucional do STF.

Para detalhar essas prioridades e já apresentar algumas iniciativas que começaram a ser desenvolvidas alinhadas  a elas, o programa CNJ Entrevista desta quinta-feira (8/10) recebe o secretário-geral do CNJ, Valter Shuenquener, e o secretário especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica, Marcus Lívio Gomes.

O programa CNJ Entrevista é exibido toda quinta-feira, às 21h, pela TV Justiça.

Acesse aqui para saber como sintonizar a TV Justiça na sua cidade

Ficha Técnica

CNJ Entrevista na TV Justiça
Toda quinta-feira, às 21h

Direção: Alexandre Fischgold
Produção: Lívia Faria
Apresentação: Priscila Rossiter
Edição de imagens: Rafael Pinheiro
Edição de texto: Luciane Chaves
Cabelo e maquiagem: Jussara Paixão
Figurino: Talitha Oliveira
Operador de câmera: Luís Marcos, Romero Claudio e Sávio Willian
Diretor de imagem: Marcelo J Silva
Operador de áudio: Anderson Rodrigues
Operador de caracteres: Roberto Augusto
Operador de VT: Eduardo Alves
Núcleo de programação: Rosa Wasem
Núcleo técnico: Fábio Guedes
Núcleo de produção de programas: Flávia Soledade
Supervisão: Coordenadoria de Gestão da TV e Rádio Justiça / Secretaria de Comunicação Social STF

Agência CNJ de Notícias

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/cnj-entrevista-desta-quinta-8-10-destaca-prioridades-da-nova-gestao-do-conselho/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=cnj-entrevista-desta-quinta-8-10-destaca-prioridades-da-nova-gestao-do-conselho.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

CNJ vai formar conciliadores e mediadores em 10 estados

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu as inscrições para o curso de formação para …