Eduardo Braga será o relator da indicação de Kassio Marques para o Supremo — Senado Notícias

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) anunciou nesta sexta-feira (9) que será o relator da indicação do desembargador Kassio Nunes Marques , do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Publicada no Diário Oficial da União última sexta-feira (2), a mensagem do Executivo com a indicação (MSF 59/2020) chegou ao Senado Federal nesta sexta e segue para a Comissão de Constituição de Justiça (CCJ).

Líder do MDB no Senado, Eduardo Braga agradeceu ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e a presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS) pela escolha do seu nome.

“Relatar a indicação de um ministro do órgão máximo do nosso Poder judiciário é um desafio que engrandece o MDB e uma missão que estou pronto a cumprir com a agilidade, a seriedade e a imparcialidade necessárias à melhor condução do processo democrático”, afirmou o senador em nota.

A previsão é de que a sabatina do futuro ministro ocorra no próximo dia 21. Os senadores já se preparam para a conversa com Kassio Marques e alguns, inclusive, anunciaram que vão declarar o voto à população.

— Vou declarar o meu voto. Na minha vida, nada é secreto. O meu voto o Brasil saberá sobre este novo indicado para o Supremo Tribunal Federal — afirmou Kajuru durante sessão plenária de quarta-feira (7).

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) também anunciou que vai declarar o seu voto.

— Eu também vou deixar muito claro o meu voto com relação à indicação desse novo ministro para o Supremo Tribunal Federal. É isso, nós estamos aqui para representar a população brasileira, nossos Estados, e, cada vez mais, a sociedade quer saber o que a gente pensa e está acompanhando o que a gente faz. E essa é a minha esperança: o povo gostando de política e cobrando responsabilidade dos seus representantes — disse o senador.

Já o senador Wellington Fagundes (PL-MT) afirmou que a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) não deverá enfrentar resistências para ser aprovada. 

— Era importante esse diálogo. Não foi uma sabatina, mas criamos uma oportunidade de conhecê-lo melhor — disse ele, para quem destacando que o indicado tem perfil voltado ao diálogo e a conciliação.

O senador é líder do Bloco Vanguarda, formado por senadores do DEM, PSC e PL. O bloco conversou com o indicado ao STF esta semana por meio de videoconferência.

— Estamos vivendo tempos de muitos conflitos ideológicos e políticos e o desembargador Kassio demonstra uma serenidade necessária para ajudar na pacificação das causas e da sociedade — disse.

Currículo 

Alguns senadores contam com esse diálogo na sabatina. Esperam que o ministro explique a denúncia publicada na imprensa de que mentiu em um trecho de seu currículo. ​

Em suas redes sociais, o senador Lasier Martins (Podemos-RS) solicitou que o indicado, Kássio Nunes, “traga, o mais rápido possível, um desmentido às notícias de que há matérias na sua dissertação resultantes de plágio. Apenas assim poderemos avaliar sua adequação e sua competência para assumir um assento no STF”.

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) destacou a mesma preocupação com o currículo do indicado, em discurso na sessão de quarta-feira (7).

— Me preocupa muito a sabatina que vamos fazer daqui a alguns dias para o novo integrante do Supremo Tribunal Federal, pois me parece que temos aí um novo caso Decotelli — declarou, mencionando o caso de Carlos Decotelli, que foi indicado para o Ministério da Educação e acabou não assumindo após grande parte das informações seu currículo terem sido desmentidas.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/10/09/eduardo-braga-sera-o-relator-da-indicacao-de-kassio-marques-para-o-supremo.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Congresso deve ter nova sessão para análise de vetos no dia 4 de novembro, informa Davi — Senado Notícias

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, informou que o Congresso deverá ter sessão dia 4 …