STF realiza webinário com Universidade de Oxford sobre governança de cortes supremas – STF

Nas manhãs dos dias 22 e 23 de outubro, a partir das 9h, o Supremo Tribunal Federal, em parceria com a Universidade de Oxford e seu Centro Latino-Americano (Latin American Centre – LAC), realizará o primeiro webinar internacional da gestão da Presidência do ministro Luiz Fux. Com o objetivo de promover discussões atuais sobre os temas de Cortes Supremas, Governança Judicial e Democracia, o evento trará especialistas internacionais e nacionais que estudam, produzem pesquisas ou atuam diretamente com esses temas.

A participação de diversos segmentos da sociedade privilegia a escuta ativa em relação às múltiplas perspectivas, experiências e conhecimentos sobre a atuação de Cortes Supremas e sua relação com a Governança, a Democracia, a Participação Social, a Agenda 2030 e as Novas Tecnologias voltadas às atividades jurisdicionais. “Este primeiro webinar, em consonância com os objetivos da Agenda 2030, sinaliza a abertura do Supremo Tribunal Federal a ouvir as mais inovadoras ideias e práticas vindas da comunidade acadêmica, de relevantes atores públicos e da sociedade civil a fim de refletir sobre a sua própria atuação e aprimorar o seu desenho de governança. Estes são temas caros e que se farão presentes durante este biênio”, afirma o ministro presidente Luiz Fux.

De forma inovadora, o webinar terá um hotsite, página hospedada no site oficial do STF, que conterá todas as informações mais atuais sobre a sua programação, como os palestrantes confirmados, os horários dos painéis e as referências bibliográficas relacionadas às diversas temáticas. A conferência de abertura do evento será feita pelo ministro Luiz Fux, seguido do secretário-geral das Nações Unidas, Dr. António Guterres.

Ainda, no hotsite, com o intuito de possibilitar a participação cidadã, haverá um espaço experimental para a coleta de opiniões sobre o conteúdo debatido no evento. Os cidadãos e cidadãs, os grupos sociais, as organizações não governamentais, as clínicas e núcleos de direitos humanos de universidades, as associações profissionais e demais interessados em interagir com o STF neste evento poderão enviar suas contribuições e comentários. “Esta iniciativa é um convite para que o cidadão e os mais diversos grupos interessados tenham um canal de diálogo com o Tribunal ao longo do evento sobre os temas ali discutidos. A inclusão da participação cidadã ativa merece uma atenção especial e tem como referência o objetivo para o desenvolvimento sustentável 16 da Agenda 2030”, comentou Pedro Felipe de Oliveira Santos, secretário-geral do STF.

Este evento acadêmico é o primeiro de outros que serão realizados no projeto "Conexões e Saberes", da Secretaria de Altos Estudos, Pesquisas e Gestão da Informação do STF. Além das parcerias com Oxford e o LAC, o evento é organizado conjuntamente com órgãos internos ao Tribunal como a Secretaria-geral do STF, o Gabinete da Presidência, a Secretaria de Altos Estudos, Pesquisas e Gestão da Informação, a Assessoria de Assuntos Internacionais e a Secretaria de Comunicação Social, além de contar com o apoio do diretor-geral do STF, do Cerimonial do STF, da TV Justiça, da Secretaria de Administração de Serviços e Gestão Predial e da Assessoria de Comunicação da Presidência.

O webinar “Cortes Supremas, Governança e Democracia: Contribuições da Sociedade Civil para o Aprimoramento da Governança do Supremo Tribunal Federal” será transmitido abertamente à sociedade por meio da TV Justiça e de seu canal oficial no Youtube. Não haverá, portanto, necessidade de inscrição prévia.

Confira a programação do evento.

PR//SGPr

Fonte Oficial: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=453302.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Suspensão de prazos de processos físicos no STF é prorrogada até 19 de dezembro – STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, prorrogou, até 19/12/2020, a suspensão …