OAB reúne especialistas para debater combate a cartéis e lança concurso de artigos – OAB

A OAB Nacional promoveu, nesta quinta-feira (15), o webinar “Cooperação Institucional para o Combate a Cartéis: o que e como melhorar?”, voltado ao debate sobre a importância da cooperação para conter o surgimento e a expansão de cartéis nos mais variados segmentos da economia. A presidente da Comissão Especial de Defesa da Concorrência do Conselho Federal da OAB, Raquel Cândido, conduziu os trabalhos, que teve como moderadores o vice-presidente da comissão, Daniel Amin, e o membro consultor Leonardo Rocha Silva.

Na abertura, Raquel destacou a notoriedade que o assunto adquiriu nos últimos anos. “O tema dos cartéis é de interesse de todos no mundo jurídico. Trata-se da mais nefasta e prejudicial prática anticoncorrencial ao consumidor e à sociedade. Portanto, a cooperação entre instituições se faz importante e necessária neste universo, pois dos esforços conjuntos podem vir grandes soluções”, apontou.

O superintendente-geral do Conselho Administrativo de Desenvolvimento Econômico (Cade), Alexandre Cordeiro, classificou a cartelização como a forma mais gravosa de se comprometer a livre concorrência. “O ilícito do cartel não demonstra eficiência, daí a presunção do chamado ilícito por objeto. Este é o fator que o torna tão gravoso. Se não há eficiência, não há que se analisar a chamada Regra da Razão, e sim a presunção dada por nossa norma. Assim, o combate às condutas unilaterais é importantíssimo, mas o combate aos cartéis – pelas quantias envolvidas e pelo benefício à sociedade – é fundamental. Aumentar a pena, na minha visão, não aumenta necessariamente o efeito dissuasório”, disse Cordeiro.

A conselheira do Tribunal do Cade, Paula Azevedo, disse que mesmo os atores privados precisam lançar um olhar cada vez mais sensível aos cartéis, seara em que a atuação do advogado se destaca na busca por boas práticas jurídicas, de transparência e compliance, por exemplo. Já o membro permanente do Comitê de Concorrência da OCDE, Paulo Burnier, destacou como bastante positiva no cenário mundial a integração das políticas de concorrência com outras políticas públicas. A procuradora da República, Samantha Chantal, também defendeu uma abordagem multidisciplinar no combate aos cartéis.

No final do webinar, foi lançado o edital para o concurso de artigos com o tema “Os Limites da Colaboração entre Concorrentes para Enfrentamento da Crise de Covid-19”, iniciativa da Comissão Especial de Defesa da Concorrência. Podem participar estudantes de Direito, bacharéis em Direito e advogados. 

Acesse o edital do concurso.

Fonte Oficial: http://www.oab.org.br/noticia/58476/oab-reune-especialistas-para-debater-combate-a-carteis-e-lanca-concurso-de-artigos.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

OAB apoia propostas de alteração no regimento do STF que fortalecem decisões colegiadas – OAB

A OAB Nacional vem, por meio de nota pública, manifestar seu apoio às propostas de …