Motoristas de fundação têm pedido de equiparação salarial negado

Dois motoristas da Fundação Sócio-Educativo, em Porto Alegre (RS), tiveram o pedido de equiparação salarial negado pela Justiça do Trabalho. Eles alegaram que a Fundação passou a pagar salários mais altos para alguns motoristas. Porém, o pedido foi negado pela Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Entenda o caso na reportagem de Daniel Vasques.

Confira outras notícias do Tribunal Superior do Trabalho em: http://www.tst.jus.br

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Mulheres na História

.mySlides {display:none;} Fonte Oficial: TST. ​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de …