TST instaura incidente de recursos de revista repetitivos e suspende processos de terceirização de serviços – AASP

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu, no último dia 2, suspender os processos trabalhistas em que se discuta a natureza jurídica do litisconsórcio passivo em casos de terceirização de serviços. Desse modo, o TST pretende resolver questões relacionadas aos efeitos de se manter uma ou mais rés no polo passivo da ação.

A suspensão decorre do incidente de Recursos de Revista Repetitivos, instaurado no processo nº 1000-71.2012.5.06.0018. Serão analisados, entre outros assuntos, o cabimento do chamamento ao processo, legitimidade e interesse recursais de empresas que não participaram da lide e efeitos da renúncia ao direito em que se funda a ação pelo autor, com relação a apenas uma das rés.

O relator do incidente, ministro Cláudio Brandão, acrescentou à decisão: “Não devem ser suspensos todos os processos que versam sobre terceirização de serviços, mas apenas aqueles nos quais a decisão a ser proferida dependa da definição dos efeitos do litisconsórcio”.

Até o pronunciamento definitivo do TST, ficam suspensos os recursos, agravos e embargos que tratem da matéria.

Acompanhe outras decisões

Essa e outras decisões estão disponíveis na página do Núcleo de Gerenciamento de Precedentes (Nugep) do TRT-2. O Núcleo acompanha o andamento de casos repetitivos e de assunção de competência dos tribunais superiores e mantém um banco de dados com essas informações.

Para acessar, clique aqui ou selecione o menu Jurisprudência > Precedentes e Repetitivos – Nugep > Temas e Precedentes.

Fonte Oficial: AASP.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

TJMS – Fórum de CG adota sistema de intimação por telefone para todas as varas – AASP

Implantado no TJMS desde 2003, o Sistema de Intimação por Telefone (Sitra), muito utilizado nos …