Servidor do TRE-DF idealizou sistema que agilizou pagamento de multas eleitorais — Tribunal Superior Eleitoral

Servidor na Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC) do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), o analista de sistemas Gilvandro Cajubá foi o idealizador do sistema que reduziu a necessidade de comparecimento do eleitor ao cartório para comprovação do pagamento de multas eleitorais.

Ele ressalta que a sincronização de dados e a integração do sistema da Justiça Eleitoral ao Tesouro Nacional agilizou o processo e facilitou a vida do eleitor. “Eliminamos as inconsistências, como multas pagas que ainda constavam como pendentes, ou multas que não foram pagas e constavam como pagas, ou seja, reduzimos a chamada quitação eleitoral indevida”.

Graças a esse sistema, assim que o eleitor paga a guia da multa eleitoral na instituição bancária, a informação segue automaticamente para a Justiça Eleitoral, eliminando a necessidade de tramitação de papéis, de espaço físico para arquivamento e de força de trabalho extra para ajuste da situação do eleitor no cadastro. O projeto pioneiro contou com a parceria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a integração com o sistema de atendimento ao eleitor.

Anteriormente, o eleitor que estivesse em débito com a Justiça Eleitoral precisava se deslocar até um cartório para a obtenção da guia de pagamento ou emiti-la pela internet. Uma vez efetuado o pagamento, era necessário retornar, obrigatoriamente, ao cartório eleitoral para apresentação do comprovante.

Além de trazer conforto aos eleitores, o sistema criado pelo servidor faz o lançamento da quitação dos débitos e o arquivamento das guias e comprovantes, evita pagamentos em duplicidade e permite que o eleitor acompanhe o trâmite da situação do pagamento via internet.

O Portal do TSE permite que eleitor emita a Guia de Recolhimento da União (GRU), gratuitamente, para a quitação de multas eleitorais. O eleitor não precisará comprovar a remissão do débito no cartório eleitoral, uma vez que a comprovação do pagamento se dará de forma automática, por meio do Sistema Elo, até 48 horas após o recolhimento. O cartório eleitoral acessa as informações sobre a quitação da multa e a registra no cadastro.

Este texto faz parte da série “Nós somos a Justiça Eleitoral”, que vai mostrar a todos os brasileiros quem são as pessoas que trabalham diariamente para oferecer o melhor serviço ao eleitor. A série será publicada durante todos os dias de fevereiro, mês em que se comemora o aniversário de 89 anos de criação da Justiça Eleitoral.

MC/CM, DM

Fonte Oficial: https://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2021/Fevereiro/servidor-do-tre-df-idealizou-sistema-que-agilizou-pagamento-de-multas-eleitorais.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

As Minas Gerais pelo olhar dos trabalhadores do TRE-MG — Tribunal Superior Eleitoral

Mineiridade, acolhimento e pertencimento são palavras – ou seriam sentimentos? – que descrevem perfeitamente a …