Construtora é condenada por quantidade insuficiente de veículos adaptados

A construtora Camargo Corrêa foi condenada ao pagamento de R$ 200 mil por dano moral coletivo. A empresa não forneceu veículos adaptados em quantidade suficiente para atender 250 empregados com necessidades especiais. A decisão foi tomada pela Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Entenda o caso com o repórter Raphael Oliveira.

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Boletim ao vivo | Trabalhador que não justificou ausência em audiência terá de pagar custas processuais

                           Baixe o áudio Reproduzir o áudio  Pausar o áudio  Aumentar o volume  Diminuir o …