Programa de intercâmbio apresenta Plenário Virtual a estudantes – STF

Na programação do último dia do programa de intercâmbio acadêmico “Por Dentro do Supremo”, o enfoque foi a importância de duas ferramentas de modernização usadas pela Corte: o Plenário Virtual e o Projeto Victor. Em sua aula, o secretário de Altos Estudos, Pesquisas e Gestão da Informação do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre Freire, fez um histórico da evolução do Plenário Virtual.

Ele destacou que a ferramenta foi criada em 2007 para analisar exclusivamente a repercussão geral. Aos poucos, algumas ações também passaram a ser julgadas de forma virtual. Neste ano, é possível o julgamento de todas as classes e incidentes processuais de competência dos colegiados (Plenário e Turmas). Em 2021, até o momento, 93% das decisões foram em ambiente virtual.

Vocação

Na sua participação, o coordenador de Difusão da Informação do STF, Thiago Gontijo Vieira, destacou que, atualmente, o Supremo julga mais processos originários do que recursais, dentro da meta do presidente do STF, ministro Luiz Fux, de reforçar a vocação do Tribunal como uma corte constitucional.

Projeto Victor

Na oficina “Projeto Victor”, a assessora de ministro do STF Roberta Zumblick listou as atividades realizadas pela ferramenta de inteligência artificial: conversão de imagens em textos no processo digital, separação e classificação das peças processuais mais utilizadas nas atividades do Supremo e a identificação dos temas de repercussão geral de maior incidência. O projeto é uma parceria com a Universidade de Brasília (UnB) e começou em 2018.

Sistema de precedentes

A juíza auxiliar de ministro do STF Caroline Somesom Tauk destacou que o STF é um dos tribunais mais digitalizados do mundo. “A tecnologia é usada para redesenhar práticas processuais. Toda a dinâmica muda”, pontuou. Segundo ela, o Projeto Victor é importante para a materializar o sistema de precedentes no Tribunal.

A primeira edição do programa de intercâmbio se iniciou na terça-feira (9) e é realizado integralmente de forma virtual, sendo parte de uma iniciativa para estimular o acesso de estudantes e pesquisadores à história e ao funcionamento da Corte.

RP/EH

Fonte Oficial: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=462109.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Audiência pública sobre letalidade policial no Estado do Rio de Janeiro prossegue nesta segunda-feira (19) – STF

A audiência pública convocada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin para debater …