Manifesto “O povo não pode pagar com a própria vida” é entregue ao coordenador do Fórum de Governadores – OAB

O presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz, juntamente com os presidentes das seis entidades signatárias do “Pacto pela Vida e pelo Brasil” – CNBB, OAB, Comissão Arns, ABC, ABI e SBPC -, entregou ao coordenador do Fórum Nacional de Governadores, Wellington Dias (PI), o documento “O povo não pode pagar com a própria vida”. O ato aconteceu nesta segunda-feira (15) e cobra rapidez na vacinação da população brasileira.

Para Santa Cruz, a realidade é cada vez mais aviltante e nasce de um projeto político. “A OAB se orgulha de ter liderado no Supremo a ação que garantiu a competência concorrente de Estados e municípios no enfrentamento à covid, assim como uma série de medidas jurídicas. Mas todos estamos no nosso limite, vivenciando o governo mais incompetente da história da República Federativa do Brasil. Começo a acreditar que é um governo que trabalha para quebrar a institucionalidade. Não é só a Covid que vem matando nosso povo, mas também a irresponsabilidade do governo na condução disso tudo. A OAB está onde sempre esteve, ao lado das instituições que lutam pela vida”, afirmou o presidente da Ordem.     

O governador piauiense e coordenador do fórum, Wellington Dias, apontou que a ideia central a nortear a cidade deve ser exatamente a contida no manifesto. “Como brasileiro e como coordenador do fórum, quero agradecer pela iniciativa que aqui se coloca. É hora de fazer ao próximo o que queremos para nós mesmos, a velha e conhecida regras dos mosqueteiros: ‘um por todos e todos por um’. Estamos em meio a um colapso nacional de saúde, público e privado. Não há meias palavras, pois não há alternativas a não ser o isolamento social. Precisamos de mais e variadas vacinas, de apoio financeiro e fortalecimento das medidas restritivas e também de assistência social”, disse Dias.   

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, manifestou apoio total ao manifesto. “Os três eixos desta carta são absolutamente coerentes. O sofrimento neste momento é universal, mas para a sociedade ele é maior. Abrimos inscrições para um consórcio intermunicipal de aquisição de vacinas e não param de chegar interessados, são pedidos de socorro. Aproveito para afastar essa ideia de que prefeitos, enquanto responsáveis por medidas restritivas, não são vilões, mas sim executores a nível local de uma política que deveria ser nacional”, assegurou.

Entre os gestores públicos estiveram presentes os governadores Flávio Dino (MA), Fátima Bezerra (RN), Renato Casagrande (ES) e Camilo Santana (CE), além da vice-governadora Regina Sousa (PI). 

Também participaram o presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Walmor Oliveira de Azevedo; o representante da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), jornalista Juca Kfouri; o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns (Comissão Arns), José Carlos Dias, acompanhado da presidente de honra da Comissão, Margarida Genevois; o presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Luiz Davidochi; da membro titular da ABC, Helena Nader; do presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu Moreira; da vice-presidente, Fernanda Sobral; e da jornalista Laura Greenhalg.

Fonte Oficial: http://www.oab.org.br/noticia/58735/manifesto-o-povo-nao-pode-pagar-com-a-propria-vida-e-entregue-ao-coordenador-do-forum-de-governadores.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

OAB questiona no STF novo adiamento de prazo e extinção de linha de crédito para precatórios – OAB

A OAB Nacional propôs nesta segunda-feira (19) duas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADI), com pedido …