Senado vota projeto que prorroga uso de fundos de saúde pelos estados — Senado Notícias

O Plenário do Senado deve votar nesta terça-feira (16), em sessão remota, o projeto que estende até o final do exercício financeiro de 2021 a autorização aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios para transpor e transferir saldos financeiros dos fundos de saúde quando os valores forem provenientes de repasses do Ministério da Saúde (PLP 10/2021). O objetivo do projeto, que tem o senador Esperidião Amin (PP-SC) como relator, é que esses recursos sejam usados no combate à crise da pandemia do coronavírus.

De acordo com o autor, senador Luis Carlos Heinze (PP-RS), a Lei Complementar 172, de 2020, que autorizou a transferência dos recursos, permitiu que cerca de R$ 6 bilhões ociosos ao final de 2019 nas contas dos fundos de saúde dos estados, do Distrito Federal e dos municípios pudessem ser alocados em ações de enfrentamento da pandemia da covid-19 no ano passado. A ideia agora é tornar legal essa permissão também para 2021.

Na justificativa do projeto, Heinze registra que “essa flexibilização orçamentária certamente contribuiu para que o trágico saldo de mortes pelo novo coronavírus fosse minorado, pois valorizou a autonomia dos gestores locais e regionais em aplicar escassos recursos de acordo com o desenrolar da pandemia de saúde pública”. O autor ainda destaca que a medida não interfere no cumprimento do limite de despesas primárias da União e encontra amparo em decisões do Supremo Tribunal Federal.

Em 2021, ressalta Heinze, tem havido aumento do número de casos e de óbitos, o que requer maiores gastos com a aquisição de máscaras e roupas especiais destinadas aos profissionais de saúde, com a compra de testes de detecção da doença e com a contratação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), entre outras demandas.

Sequelas

O senador também aponta a necessidade do custear o tratamento dos pacientes recuperados da covid-19 que ficaram com sequelas de diversas ordens, tais como mentais, motoras, renais e respiratórias, bem como a assunção de gastos com treinamento e logística na campanha de vacinação em curso. Na opinião de Heinze, a rápida aprovação do projeto se mostra muito importante “para que a população não esteja desassistida durante o período no qual a covid-19 continue sendo uma ameaça à vida”.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/03/15/senado-vota-projeto-que-prorroga-uso-de-fundos-de-saude-pelos-estados.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Primeira reunião da CPI da Pandemia acontece no dia 27 — Senado Notícias

A primeira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia acontece no dia 27 …